Publicidade
Marcão do Povo

Jornalistas pedem demissão de apresentador que sugeriu 'campos de concentração'

(Foto: Reprodução)

O apresentador Marcão do Povo, do programa "Primeiro Impacto", do SBT, está sob pressão. Na última sexta-feira (10 de abril), diversos colegas jornalistas, que também trabalham na emissora, encaminharam para a direção uma carta de repúdio contra o apresentador.

Nos últimos dias, Marcão causou nas redes sociais após sugerir a criação de "campos de concentração" para pessoas que estivesse com coronavírus. Ele já foi suspenso por 15 dias pelo SBT, mas colegas ainda exigem sua demissão.

A carta de repúdio foi divulgada em primeira mão pelo portal UOL e traz reclamações como o fato de Marcão não seguir as recomendações de higiene da Organização Mundial da Saúde (OMS), colocando em risco a vida de colegas.

Há cerca de uma semana, inclusive, o apresentador teria ironizado as recomendações da própria emissora para a redação de jornalismo. Na ocasião, teria dito que só segue orientações de Silvio Santos. Sobre o episódio dos campos de concentração, teria apelado para argumento parecido, dizendo nos bastidores que "só deve satisfação para Deus e para Silvio Santos".

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES