Assine e navegue sem anúncios [+]
Acordo ameaçado

Jovem envolvida em morte do jogador Daniel é presa suspeita de tráfico de drogas em Curitiba

(Foto: Reprodução)

Evellyn Brisola Perusso, 20 anos, que foi denunciada por fraude no processo sobre o caso da morte do jogador Daniel Correa, acabou presa em flagrante, na quinta (6), suspeita de tráfico de drogas, no bairro Fazendinha, em Curitiba. De acordo com a Polícia Militar, uma equipe da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone) fez o flagrante. Evellyn carrregava cerca de três quilos de maconha em uma bolsa e, segundo informações do boletim de ocorrência, quando percebeu a presença dos policiais, ela jogou a bolsa no chão e acabou chamando ainda mais a atenção dos policiais. A jovem foi encaminhada para a carceragem feminina do 5º Distrito Policial.

O flagrante pode atrapalhar um acordo que Evellyn fez com a Justiça no caso Daniel, há pouco mais de um mês. No acordo, a Justiça encerrou o processo contra a jovem e ela se comprometeu a prestar 270 horas de serviços comunitários, a não se encontrar com testemunhas ou acusados no processo e a não deixar a cidade por mais de oito dias sem comunicar a Justiça. Na decisão, a juíza Luciani Regina Martins de Paula afirmou que o acordo pode ser invalidado caso Evellyn descumpra alguma das medidas impostas. Em nota, o escritório Pereira Jorge, Zagonel e Torres, que defende Evellyn Brisola Perusso, afirmou que "ainda não teve ciência de todas as circunstâncias da prisão de sua cliente ocorrida na data de ontem e, por conta disso, neste momento, não tem nada a declarar.”
Evellyn foi a única dos sete réus que não foi presa após o crime.

Leia mais no blog Plantão de Polícia

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK