Homicídio

Justiça aceita denúncia e policial penal vira réu por assassinato de petista em Foz

Com decisão da Justiça, policial penal vira réu
Com decisão da Justiça, policial penal vira réu (Foto: reprodução)

O juiz Gustavo Germano Francisco Arguello, da 3ª Vara Criminal de Foz do Iguaçu (região Oeste), acatou hoje denúncia do Ministério Público que acusa o policial penal Jorge José da Rocha Guaranho por homicídio duplamente qualificado com motivo fútil e perigo comum, pelo assassinato do guarda municipal e tesoureiro do PT de Foz do Iguaçu (região Oeste), Marcelo Arruda, no último dia 9. Guaranho invadiu a festa de aniversário de 50 anos de Arruda que tinha como temática o PT e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e matou o guarda municipal.

Leia mais no blog Política em Debate