Publicidade
Assembleia

Justiça bloqueia R$ 4,9 milhões de ex-deputado que nomeou 'fantasmas'

A 1ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba determinou o bloqueio de bens do ex-deputado estadual Basílio Zanusso, acusado pelo Ministério Público estadual de contratar funcionários “fantasmas” durante o período em que cumpriu mandato na Assembleia Legislativa, entre 1998 e 2002. Segundo a denúncia do MP, Zanusso teria nomeado oito funcionários que nunca trabalharan na Assembleia, causando um prejuízo de R$ 4,9 milhões aos cofres públicos.

De acordo com as investigações, alguns dos contratados sequer tinham conhecimento da nomeação, e um deles morreu antes de ter sido nomeado para o cargo.

Leia mais no blog Política em Debate

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES