Publicidade
Multa

Justiça manda tenista do Paraná cumprir quarentena do Covid-19

(Foto: Reprodução)

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR) determinou que o tenista Thiago Wild e seis familiares fiquem em isolamento domiciliar após o atleta ser diagnosticado com o novo coronavírus. A decisão foi publicada na sexta  (27). O pedido foi feito pelo Ministério Público do Paraná (MPPR), que alegou que o atleta estava descumprindo as orientações da quarentena. 

A Justiça ainda determinou multa de R$ 30 mil por pessoa caso a decisão seja descumprida. A medida é válida até que o tenista tenha alta médica. A assessoria do jogador não quis se pronunciar.

O atleta. que mora em Marechal Cândido Rondon, no oeste do Paraná, confirmou na última terça (24) em uma rede social que estava com a doença.  "E aí galera, to passando aqui para avisar que acabei de contrair o covid-19. Meu resultado saiu hoje (terça). Há uns dez dias eu tive alguns sintomas, tive febre, fiquei um pouco gripado. Mas daqui a pouco, pelo período de incubação da doença, já vai passar... Vou ficar bem", declarou o atleta. Wild, que não enfrentou nenhuma complicação da doença, disse estar perto de se recuperar totalmente. "Já venho me sentindo bem nos últimos dias, mas tô passando aqui para alertar todo mundo que tem que ficar em casa, tem que tomar cuidado com isso. É uma doença séria, mas que pode ser controlada com força de todo mundo", afirmou.

Uma das promessas do tênis brasileiro, o tenista paranaense surpreendeu no mês passado ao se sagrar campeão do Torneio de Santiago, no Chile. Ao faturar seu primeiro título ATP na carreira ainda com 19 anos, ele se tornou o mais jovem brasileiro a ganhar um troféu deste nível, superando Gustavo Kuerten, campeão pela primeira vez aos 20 anos. A conquista o levou ao 114º posto do ranking da ATP, figurando agora na posição de número dois do Brasil, atrás apenas de Thiago Monteiro.

Antes de Wild, três atletas brasileiros haviam testado positivo para o novo vírus: o pivô Maique, do time de basquete do Paulistano, e os jogadores de futebol Jonathas de Jesus e Dori. Jonathas, ex-Corinthians, mora na Espanha, onde defende o Elche na segunda divisão nacional. E Dori, formado na base do Fluminense, joga no futebol chinês.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES