Publicidade
Fórmula 1

Leclerc bate Vettel e se torna o primeiro monegasco na história a conquistar pole na disputa

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Charles Leclerc, 21, conquistou a sua primeira pole position da carreira e vai largar na frente no GP do Barein de Fórmula 1 neste domingo (31). O piloto da Ferrari superou o companheiro Sebastian Vettel e fez o tempo de 1m27s866 no treino classificatório, neste sábado. Ele ainda quebrou o recorde da pista que pertencia ao próprio Vettel. No ano passado, ele havia feito a marca de 1m27s958.

A pole mostra a força de Leclerc que é uma das grandes promessas da Fórmula 1 e promete dar trabalho aos rivais. Ainda coroa o bom desempenho da Ferrari que se mostrou superior em todos os treinos e em nenhum momento foi ameaçada. "Eu estou extremamente feliz. Seb é um piloto incrível, mas eu estou muito feliz de ser pole", comemorou ele.

Derrotado pelo colega, Vettel parabenizou Lecler. "Talvez eu tenha sido um pouco tímido no segundo setor, mas acho que Charles fez um ótimo trabalho hoje e merece estar na pole.O principal é que fizemos o trabalho, esse fim de semana o carro ficou muito melhor", disse.

A Mercedes vai ocupar a segunda fila. Lewis Hamilton larga em terceiro, enquanto Valtteri Bottas, vencedor do primeiro GP da temporada na Austrália, ficou com o quarto lugar no grid. Hamilton também parabenizou o piloto. "Charles fez um trabalho incrível. Amanhã é o dia mais importante e daremos uma boa luta à Ferrari", disse.

No treino de sexta-feira, a Ferrari já havia se destacado e conseguido a dobradinha com um amplo domínio sobre os rivais. Charles Leclerc também havia sido o mais rápido com o tempo de 1m29s569, Sebastian Vettel terminou o dia com o segundo lugar com 1m29s738. Lewis Hamilton, da Mercedes, havia ficado atrás dos rivais e terminou a 0s765 de Leclerc na sessão.

Dessa forma, a escuderia italiana mostra forças para se redimir após decepcionar no GP da Austrália, o primeiro da temporada que aconteceu no último dia 17. Vettel e Leclerc ficaram apenas com a quarta e quinta colocação, respectivamente.

O resultado na Austrália surpreendeu porque na temporada de testes a Ferrari havia se destacado rodando melhor que os rivais. Depois do mal resultado, a equipe conseguiu detectar os problemas no carro e fez ajustes para o GP do Barein.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES