Publicidade
Mercado da bola

Lucho volta e Atlético pode montar time com média de 31 anos

Lucho volta e Atlético pode montar time com média de 31 anos

O Atlético Paranaense anunciou nessa sexta-feira (dia 2) a volta do volante/meia Lucho González, 37 anos, ao clube. O jogador, que ficou de setembro de 2016 até dezembro de 2017 no clube, assinou contrato com validade até setembro de 2018.

Com ele, o Atlético pode mandar um 11 titular com média de 31 anos. Usando o esquema tático 3-4-3, adotado pelo técnico Fernando Diniz na estreia em 2018, e escolhendo o mais velho por posição, o time ficaria com Felipe Alves (29 anos); Emerson Silva (34), Paulo André (34) e Thiago Heleno (29); Jonathan (31), Pierre (36), Lucho González (37) e Carleto (28); Guilherme (29), Bergson (26) e Ederson (28).

No primeiro jogo do ano, Diniz usou o meia Guilherme na ponta-esquerda. Bergson entrou como ponta no segundo tempo. Ederson vem jogando como centroavante, mas na equipe de aspirantes. Emerson Silva e Pierre também estão no time secundário, que disputa o Paranaense. Portanto, essa é uma escalação pouco provável no momento e serve apenas para ilustrar a variedade de jogadores experientes no elenco.

Os jogadores mais velhos que ficaram fora dessa escalação são os volantes Deivid (29 anos) e Pavez (27), os goleiros Léo (27) e Santos (27), o zagueiro Wanderson (26) e os meias Pablo (25) e Nikão (25).

Nas principais ligas do mundo, é difícil encontrar times com média de idade tão alta. Quem mais chega perto é o Chievo, da Itália, com 11 titulares com média de 30,5 anos. No Brasileirão do ano passado, a equipe titular mais velha era do Atlético-MG, com 28,8 anos.


OS VETERANOS
Time mais velho na primeira divisão de cada país (média dos 11 titulares)

ITÁLIA: Chievo 30,5
INGLATERRA: West Brom 29,0
BRASIL*: Atlético-MG 28,8
ESPANHA: Barcelona 28,0
FRANÇA: Guingamp 27,6
ALEMANHA: Bayern Munich 27,4

*Brasileirão 2017

Publicidade

DESTAQUES DOS EDITORES