Publicidade
Caso Gilmar Yared

Carli Filho tem 24 horas para se apresentar à Justiça e iniciar cumprimento de pena

O ex-deputado estadual Luiz Fernando Ribas Carli Filho (PSB-PR), condenado a pena de sete anos, 4 meses e 20 dias de reclusão, em regime semiaberto, tem 24 horas para se apresentar à Justiça a fim de iniciar o cumprimento da pena em cela especial e separada em Guarapuava, cidade onde reside. 

A determinação é o do desembargador Clayton Camargo, do Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR), e foi expedida nesta segunda-feira, 27, em resposta ao pedido de habeas corpus feito pela defesa do condenado face à decisão de início imediato ao cumprimento da pena. 

Carli Filho foi condenado pela morte de Gilmar Rafael Yared e Carlos Murilo de Almeida, em um acidente de carro ocorrido em 2018. Na última sexta-feira, 28, o TJPR havia emitido um mandado de prisão preventiva imediata ao ex-deputado estadual. 

O desembargador estabelece o prazo de 24 horas para que o réu se apresente "ao Juízo da Vara de Execuções Penais da Comarca de Guarapuava, permanecendo lá custodiado até a implantação do regime semiaberto, em cela separada, por ser portador de diploma em curso superior."

Em 2018, Carli Filho foi condenado a 9 anos e 4 meses de prisão, em regime fechado, por duplo homicídio com dolo eventual, pela morte de Gilmar Rafael Yared e Carlos Murilo de Almeida. O político deveria responder pelo crime em liberdade até a sentença em segunda instância.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES