COVID

Maia culpa negacionismo por crise

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), definiu como “erro original” a postura do governo federal desde o início da pandemia do novo coronavírus, que, na avaliação dele, levou ao caos no sistema de saúde do Amazonas. “Todo esse debate, do meu ponto de vista, tem um erro original, que foi a negação por muitos do impacto e das consequências da covid-19 no nosso País. Lembro que no início a previsão do governo federal era que nós teríamos apenas mil mortes, como no H1N1”, disse Maia.
“Esse erro original de negar a covid-19, vendo o que já estava acontecendo na Europa, e não ter uma preparação antecipada, nos levou a consequências que não foram positivas, apesar do esforço de todos, inclusive do governo federal”, acrescentou. A explosão de casos de covid-19 em Manaus levou o sistema de saúde da cidade ao colapso. O estoque de oxigênio se esgotou em diversos hospitais e pacientes morreram por asfixia, segundo relato de médicos. Maia também criticou a ideia de que o Supremo Tribunal Federal reduziu as atribuições do governo federal durante a pandemia.