Mais de 15 mil bancários cruzam os braços no Paraná

O primeiro dia de greve nacional dos bancários contou com a adesão de 15.500 funcionários no Paraná. Das 1.591 agências bancárias existentes, 345 ficaram fechadas nesta quinta-feira (19), segundo sindicatos que representam a categoria.

Em Curitiba e Região Metropolitana, 145 das 532 agências não tiveram expediente, e 13 centros administrativos amanheceram fechados – os locais são responsáveis por processos internos administrativos (sem atendimento ao público).

Segundo os sindicatos, dos 15,5 mil bancários parados, 11,5 mil estão em Curitiba e região metropolitana, enquanto os outros quatro mil estão no interior do Estado, com Londrina, no norte do Paraná, sendo a localidade com o maior número de agências fechadas na região: 68.

Os bancário, cujo salário inicial gira em torno de R$ 1.519,00, reivindicam reajuste salarial de 11,93% (5% de aumento real além da inflação), Participação nos Lucros e Resultado (PLR) de três salários mais R$ 5.553,15 e piso mínimo estabelecido pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) de R$ 2.860.