Mulheres contra Bolsonaro

Manifestação contra Bolsonaro em Curitiba lota Rua XV. Domingo protesto é contra o PT

(Foto: Henry Milleo)

Um protesto contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL) lotou o calçadão da Rua XV, em Curitiba, na tarde deste sábado (20). O protesto chamado pelo movimento “Mulheres Unidas Contra Bolsonaro” (MUCB) fez uma caminhada desde a Praça Santos Andrade até a Boca Maldita. “O objetivo continua sendo a contrariedade a um candidato à presidência do Brasil declaradamente intolerante e antidemocrático que defende tortura e violência, que não respeita as liberdades individuais. Sem qualquer proposta concreta, ele apenas se promove com discursos de ódio e monólogos que fogem do enfrentamento e do debate. Nesse momento o MUCB toma partido contra o avanço do fascismo e defende uma pauta política não-violenta e, acima de tudo, com respeito à democracia do nosso país e a garantia das políticas públicas sociais já efetivadas”, afirma a organização do movimento em Curitiba.

Foi o segundo ato realizado em Curitiba. O primeiro foi no dia 29 de setembro e reuniu milhares de pessoas no Centro da Capital na campanha #EleNão. No primeiro turno, a manifestação Mulheres contra Bolsonaro reuniu  milhares de mulheres no Centro de Curitiba no dia 29 de setembro.A concentração foi na Boca Maldita, Centro de Curitiba. De lá as manifestantes sairam em passeata pelo Calçadão da XV de Novembro em direção a Praça Santos Andrade, onde fica o prédio da Universidade Federal do Paraná (UFPR). 

Segundo os organizadores do evento, 50 mil pessoas participaram do ato.

A Polícia Militar avisou que não fará estimativas de participação nem no protesto deste sábado, nem de domingo (21), quando será a vez do ato do Vem Pra Rua, #PTNão.

Vem Pra Rua

O Vem Pra Rua realiza neste domingo (21), em mais de 240 cidades, a manifestação "#PTNÃO para o Brasil não virar uma Venezuela". No Paraná, o movimento deve ocorrer em 16 cidades ( Bandeirantes, Campo Mourão, Cascavel, Cornélio Procópio, Curitiba, Guarapuava, Londrina, Matinhos, Maringá, Nova Aurora, Palotina, Planalto, Ponta Grossa, São João do Ivaí, Toledo e Umuarama).

Em Curitiba o ato está marcado para começar às 15 horas, na Boca Maldita e seguir pela tarde no centro da Capital.