Manifestantes desocupam a Câmara e se dizem vitoriosos

Os cerca de 40 manifestantes que haviam tomado a Câmara Municipal de Curitiba na noite de ontem (15) deixaram o local na tarde desta quarta-feira (16). O grupo, que faz parte da Frente de Luta pelo Transporte de Curitiba e reivindica a anulação da licitação do transporte público da cidade, se disse vitorioso ao fim da jornada.

O manifestante Yuri Campagnaro destacou que, através da ocupação, o movimento conseguiu a promessa do presidente da Casa, Paulo Salamuni, de que projeto pelo passe livre para estudantes e desempregados tramite em caráter de urgência.

Campagnaro ainda destacou que, embora a audiência com o prefeito Gustavo Fruet não tenha sido marcada, a uta continua. Iremos continuar com a nossa luta de buscar maior mobilização da sociedade para conseguirmos a aprovação do projeto do passe livre", disse.

Sessão suspensa

Por conta da ocupação, a sessão desta quarta-feira da Câmara foi cancelada. Estavam previstas análises de quatro projetos, sendo uma declaração de utilidade pública, uma concessão de título de cidadão honorário, um projeto para obrigar mercados a disponibilizar funcionários para auxiliar o atendimento de deficientes visuais e uma sessão para recebimento de emendas para o projeto que autoriza a Prefeitura de Curitiba a receber crédito suplementar.

Com a suspensão, a pauta deve ser transferida para a sessão ordinária de segunda-feira (21).