Publicidade
Tradição

Marcha para Jesus de Curitiba leva 200 mil pessoas para a Avenida Cândido de Abreu. Veja fotos

Marcha para Jesus de Curitiba leva 200 mil pessoas para a Avenida Cândido de Abreu. Veja fotos
(Foto: Pedro Ribas/SMCS)

Pelo menos 200 mil pessoas participaram, da manhã até o fim da tarde deste sábado (19), da Marcha para Jesus pelas ruas centrais de Curitiba. O ato começou pela manhã na Praça Santos Andrade, com cerca de 40 mil pessoas. Quando a marcha começou, foi aumentando e no trecho final, a Avenida Cândido de Abreu ficou tomada praticamente de ponta a a ponta, desde a Praça Tiradentes até a Nossa Senhora de Salete. Na Praça Nossa Senhora de Salete, em frente ao Palácio Iguaçu, aconteceram missas e shows até o final da tarde.

A governadora Cida Borghetti participou da Marcha para Jesus, considerada o maior evento público do Estado do Paraná. Cerca de 200 mil pessoas de diferentes igrejas e comunidades evangélicas da capital e região metropolitana participaram da caminhada, que começou na Praça Santos Andrade e terminou no Centro Cívico da capital paranaense.

A marcha é um evento internacional que ocorre em mais de 170 países. Para Cida, a caminhada é um momento de renovação de fé. "É um dia para agradecer a Deus, externar o amor ao próximo e propagar a fé. É uma honra estar aqui hoje nesse evento tão bonito", disse Cida, lembrando que em 2011 foi sancionada lei que estabelece o Dia Estadual da Marcha para Jesus no Paraná, a ser celebrado no terceiro sábado do mês de maio.

Realizada na capital paranaense desde 1991, faz parte do calendário oficial da Prefeitura de Curitiba desde 2005. "Nossa cidade se alegra e recebe de braços abertos as crianças e famílias que participam de uma caminhada como essa", destacou o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel.

O prefeito Rafael Greca recebeu, em frente à Prefeitura de Curitiba, os participantes da Marcha para Jesus 2018. Com o tema ‘Não me Envergonho do Evangelho’. “A Marcha para Jesus é uma explosão de alegria e infusão dos dons do Espírito Santo, um momento em que a cidade proclama o santo nome que merece todo o nosso louvor e adoração”, disse o prefeito, acompanhado da primeira-dama, Margarita Sansone, e do vice-prefeito e secretário de Obras Públicas e Infraestrutura, Eduardo Pimentel.

Marcada por cânticos religiosos e músicas de louvor, a Marcha contou com a participação do cantor Maurício Paz, que veio pela sexta vez do Rio de Janeiro para puxar a multidão. Em frente à Prefeitura, do primeiro trio elétrico, foi entoada uma bênção para a administração municipal.

Presença obrigatória desde o início da celebração, há cerca de 26 anos, a aposentada Marilia Maria Pereti de Paula, de 74 anos, fez questão de cumprimentar o prefeito Rafael Greca. “Todo ano estou aqui firme e forte, tenho orgulho de ser curitibana e saber que podemos participar da Marcha para Jesus”, disse, emocionada.

Resgate social

O prefeito e a primeira-dama destacaram o auxílio que a comunidade evangélica da capital paranaense presta à Prefeitura de Curitiba no acolhimento à população mais vulnerável. “No inverno de 2017, não perdemos ninguém para o frio e isso se deve muito aos grupos das igrejas evangélicas que reforçam as equipes da Fundação de Ação Social na acolhida e no convencimento para que as pessoas deixem o frio e as ruas”, frisou Greca. “A comunidade evangélica tem sido formidável na acolhida do nosso povo e isso deixa o nosso coração muito mais tranquilo”, completou Margarita Sansone.

A Marcha

Em sua 26ª edição em Curitiba, a Marcha para Jesus faz parte do calendário oficial da cidade. O evento é internacional e acontece anualmente em diversas cidades do mundo. Após o caminho pelas ruas da cidade, os participantes se concentram na Praça Nossa Senhora de Salete.

DESTAQUES DOS EDITORES