Richa entrega a revitalização da praça tiradentes

Marco Zero da Capital volta a ser ponto de convívio da população e atração turística

O prefeito Beto Richa entregou no fim da tarde de sexta-feira a revitalização da Praça Tiradentes que agora volta a ser ponto de convívio e atração turística da cidade. Marco zero de Curitiba, a praça passou por uma grande reforma que preservou suas características históricas. “É um momento muito especial. A praça Tiradentes deixa de ser apenas um local de passagem de pessoas para ser um espaço de convívio e um ponto turístico, preservando a memória da cidade e reforçando a revitalização de todo o Centro”, diz o prefeito Beto Richa .

O grande destaque na nova Tiradentes é o piso de vidro iluminado, vitrine das descobertas arqueológicas encontradas durante as obras. O piso elevado de concreto é outra grande intervenção feita pela secretaria municipal do Meio Ambiente para melhorar a acessibilidade e a preservação das árvores nativas da praça. A prefeitura investiu R$ 1,4 milhão na transformação da praça, que terá sistema de segurança por câmeras, a exemplo de outros pontos do Centro.

Desde o início, em janeiro, a obra na Tiradentes foi acompanhada por arqueólogos da Universidade Federal do Paraná, contratados pela Prefeitura. Nas escavações foram encontrados trechos de uma calçada central, ladeada por duas canaletas de drenagem de água da chuva. Segundo os arqueólogos, o conjunto arquitetônico é da segunda metade do século 19. Outros vestígios como cacos de cerâmica também foram recolhidos.
ara dar visibilidade aos achados arqueológicos mais relevantes, arquitetos da Secretaria do Meio Ambiente adaptaram o projeto original de revitalização. No meio da praça, onde foi encontrada a calçada histórica mais importante, foi colocado o piso de vidro em um trecho de 119 metros quadrados. O vidro é  especial, de alta resistência.

O piso de vidro é sustentado por uma estrutura metálica. Os visitantes poderão transitar por cima do piso e observar de perto a calçada histórica. Uma iluminação especial foi colocada dentro do vidro para destacar os achados arqueológicos. O piso de vidro também foi colocado numa das pontas da praça, na direção da rua Cruz Machado com a rua do Rosário.
Reforma — Na revitalização completa da praça a Prefeitura investiu R$ 1,4 milhão. O piso da praça, que estava deteriorado e com problemas de acessibilidade, principalmente em função das raízes expostas das árvores do interior da praça, foi totalmente refeito. O novo piso permite a recuperação dos caminhos sem a necessidade de retirar as árvores.

O novo piso, com base de concreto, é elevado numa altura média de 50 centímetros, para evitar que as raízes das árvores afetem o piso. Rampas facilitam o acesso e circulação de cadeirantes e pessoas com problemas de locomoção na praça. Todo o calçamento de petit-pavé no entorno da praça foi refeito.

O desenho original da praça Tiradentes, que é do início do século 20, foi mantido. Visto de cima, o formato dos canteiros lembra uma estrela com uma rosácea no centro da praça. No entorno dos canteiros serão construídas muretas baixas. A iluminação da praça reforçada dará mais segurança para a população e também destacará os monumentos. As luminárias terão uma nova distribuição, melhorando a iluminação no interior.