Marcos Paulo vê Flu 'jogando bem' e confia: 'Vamos conquistar pontos para subir'

Autor do gol do Fluminense no empate com a Chapecoense, sábado, no Maracanã, o atacante Marcos Paulo confia na reação da equipe no Campeonato Brasileiro. Para o jovem jogador, o 16.º lugar na classificação não aponta a realidade dentro de campo se for levado em conta o futebol que está sendo apresentado pela equipe.

"A gente vem jogando bem, criando oportunidades. Nesse jogo mesmo (Chapecoense). A gente vem jogando bem, não joga para estar ali. É uma posição que a gente não tem que estar, vamos sair. Vamos fazer jogos melhores para sair. A gente vem jogando bem, vamos conquistar pontos para subir", disse o atleta, de 18 anos, nesta segunda-feira, em entrevista coletiva.

Apesar do gol, Marcos Paulo não ficou totalmente satisfeito, afinal a equipe somou o terceiro jogo sem vitória na competição nacional. "Fico bem feliz em voltar a jogar. Não tinha sequência, mas estava trabalhando para voltar. Fiquei feliz pelo gol, mas queria mesmo era a vitória. Foi importante para mim, mas precisamos melhorar."

Sem vencer o Brasileiro há três rodadas - desde 12 de outubro, quando bateu o Bahia, por 2 a 0 -, o Fluminense sofre com a má fase de seu setor ofensivo. Artilheiro do time no ano, Yony não marca há cinco jogos. João Pedro não balança as redes faz 11 partidas, enquanto Lucão ainda busca o primeiro gol pelo Fluminense. E Marcos Paulo revelou como foi sua conversa com o técnico Marcão para ter sucesso com a equipe nesta reta final da competição nacional.

"Ele (Marcão) pediu para jogar o meu futebol, jogar leve. Fazer o que eu sempre fiz na base e nos meus bons momentos aqui no profissional. Não tem muita pressão, todos dão apoio para a gente fazer o nosso melhor. Fazer gols, criar oportunidades. Ele deu total confiança para esse jogo, e consegui corresponder com gol", disse o jogador, que tomou o lugar no time titular de Paulo Henrique Ganso, bastante criticado pela torcida nas partidas anteriores a esta contra a Chapecoense.

"Na base eu sempre fui centroavante, mas subi como ponta e meia. Também faço como centroavante, nesse jogo mesmo a gente rodou ali na frente. Uma hora o Yony caía para o lado e eu entrava no meio, depois o contrário. O próprio Nenê jogou por ali também. Posso jogar, sim. É uma posição que posso fazer, me sinto bem", afirmou o camisa 24.

O adversário do Fluminense nesta quarta-feira será o Ceará, que tem a mesma pontuação do time das Laranjeiras, o mesmo número de vitórias, empates e derrotas. A equipe cearense é melhor no saldo de gols (dois negativo, contra dez negativo dos cariocas) e por isso ocupa o 15º lugar. Ambos os times estão apenas um ponto à frente do Cruzeiro, primeira equipe posicionada na zona de rebaixamento, em 17º.

No fim de semana, o Fluminense volta a campo no sábado, às 19 horas, quando terá pela frente o clássico com o Vasco, no Maracanã.