Pandemia

Médico agredido por paciente com suspeita de Covid-19 em Curitiba está entre os vacinados

(Foto: Franklin de Freitas)

O médico Igor Kazuo Onaka, que foi alvo de uma agressão por parte de um paciente com suspeita de Covid-19 no ano passado, está entre os primeiros profissionais que receberam a vacina contra a Covid-19, em Curitiba. "Agora é misto de alegria, de alivio e de esperança. Quer essa vacina seja efetiva, que grande parte da população possa ser imunizada e que essa pandemia possa chegar ao fim. Esse pesadelo acabe na vida de todos nós",  disse. 

Onaka afirmou que os momentos que mais marcaram a sua atuação nesta pandemia foram os momentos de entubação de um paciente que evoluiu para um quadro mais grave. "E antes disso, o paciente pedir que cuide dele, que possa garantir que ele fique bem para que ele possa voltar pra família. E a gente toma todas as medidas e o paciente acaba evoluindo de uma maneira desfavorável, vindo a óbito", disse. "A gente tem aquele sentimento de impotência, de não poder fazer algo a mais e de ter de dar a notícia para a família. É uma sensação que eu jamais imaginei passar", declarou.