Ucrânia

Médicos Sem Fronteiras denuncia atrocidades da guerra

Dados médicos e relatos de pacientes transferidos no trem hospital de Médicos Sem Fronteiras (MSF) mostram que a guerra na Ucrânia está sendo conduzida com uma escandalosa falta de cuidado para distinguir e proteger os civis.

Mais de 40% dos feridos no conflito transportados no trem são idosos e crianças com ferimentos provocados por explosão e balas, amputações traumáticas e estilhaços.
Dos mais de 600 pacientes transportados e atendidos ao longo de dois meses, 355 foram feridos como resultado direto da guerra.