Publicidade
Esporte

Medina cai na semi, e decisão do Mundial de surfe fica para o Havaí

Medina cai na semi, e decisão do Mundial de surfe fica para o Havaí
(Foto: Reprodução/TV)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O brasileiro Ítalo Ferreira derrotou Gabriel Medina na semifinal da etapa de Portugal, neste sábado (20), e tirou do compatriota a chance de conquistar o bicampeonato do Mundial de surfe de forma antecipada.

Líder da temporada, Medina precisava vencer na praia portuguesa de Peniche para encerrar a disputa.

Agora, a decisão do título mundial de 2018 ficará para o Havaí, em etapa que será realizada nas ondas de Pipeline a partir do dia 8 de dezembro. Medina chega em vantagem, mas o australiano Julian Wilson e o brasileiro Filipe Toledo seguem com chances de desbancá-lo.

A etapa de Portugal, por sua vez, terá decidida entre Ítalo Ferreira e o vencedor do duelo entre o francês Joan Duru e o australiano Owen Wright. A decisão será realizada ainda neste sábado.

Com as quedas precoces de Filipe Toledo (terceira fase) e Julian Wilson (quartas de final), Medina ganhou a chance de decidir o título em Portugal. Porém, em uma bateria marcada por um show de aéreos, Ítalo Ferreira conseguiu a virada com um 9,30 em sua última onda e venceu a disputa por 16,47 a 14,73.

Antes, o brasileiro tinha vencido nas quartas o australiano Matt Wilkinson por 16,60 a 11,03. Na sequência, Julian Wilson perdeu para Duru por 11,57 a 5,10 em uma bateria de poucas ondas que gerou reclamações do australiano, que não via condições para a realização da disputa.

Medina deixa Portugal na liderança do ranking com a pontuação de 56190. Julian e Filipe estão empatados com 51.450. O brasileiro campeão de 2014 precisa chegar à decisão para comemorar o bi sem depender de outros resultados.

DESTAQUES DOS EDITORES