Publicidade
Abusos sexuais

Médium João de Deus presta novo depoimento em Goiânia

Os promotores do Ministério Público voltaram ao Núcleo de Custódia, em Aparecida de Goiânia nesta terça-feira (22) para ouvir João de Deus pela terceira vez por crimes sexuais. Mulheres denunciaram que o médium cometia os abusos na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia, durante atendimentos espirituais. Réu em outras duas ações pelos mesmos crimes, ele sempre negou as acusações.

O Ministério Público está preparando a terceira denúncia contra o médium, que deve ser apresentada ao Tribunal de Justiça ainda esta semana. Neste documento devem constar cinco casos de abusos sexuais e testemunhos de outras mulheres, mas referentes a situações nas quais os crimes prescreveram.

João de Deus será interrogado no Núcleo de Custódia, onde está preso desde o dia 16 de dezembro. Os promotores decidiram ouvi-lo no presídio por questão de segurança, para evitar que ele tivesse que ser transportado com escolta até o Ministério Público.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES