Mercado da bola

Meia ou centroavante? Jogador multiuso pode voltar ao Athletico por empréstimo

Thonny Anderson e Nikão
Thonny Anderson e Nikão (Foto: Arquivo Bem Paraná/Valquir Aureliano)

O Athletico Paranaense pode trazer por empréstimo o meia-atacante Thonny Anderson, 23 anos, que tem contrato com o Red Bull Bragantino até dezembro de 2024. Segundo informações do GE, o clube paranaense já entrou em contato com a equipe paulista e a negociação está em andamento. No entanto, Sport e Urawa Red Diamonds, do Japão, também estão interessados no jogador.

Thonny Anderson defendeu o Athletico em 2019, emprestado pelo Grêmio. Na época, foi utilizado como centroavante na maior parte do tempo, mas jogou várias como meia ofensivo centralizado. No Brasileirão 2019, ele foi titular 16 vezes: 9 como centroavante, 6 como meia ofensivo centralizado e 1 como extremo pela direita. Entrou como substituto em 7 jogos.

Ficou 1.375 minutos em campo na Série A de 2019, o equivalente a 15 jogos inteiros. Marcou 3 gols e fez 4 assistências. Participou diretamente um gol a cada 196 minutos. Essa média é superior à de Nikão, que também somou 7 participações diretas em gols (5 gols e 2 assistências) naquela edição do Brasileirão. Nikão ficou 1.706 minutos em campo, participando diretamente de um gol a cada 243 minutos.

Em 2020, a média de Nikão caiu. Ele marcou 3 gols e fez 4 assistências nos 2.152 minutos que atuou na Série A. Ou seja, participou de um gol a cada 307 minutos. Já Thonny Anderson quase não atuou no Brasileirão 2020. Ele sofreu uma lesão em março e só voltou a jogar em outubro. Quando estava recuperado, demorou para ganhar oportunidades. Só foi titular em uma rodada e entrou como substituto em outras sete. Somou 155 minutos em campo, ou seja, menos que duas partidas inteiras.

QUAL POSIÇÃO?
Se Thonny Anderson realmente retornar ao Athletico ele pode ser utilizado como centroavante, como subtituto imediato de Renato Kayzer, ou como meia ofensivo centralizado. No caso dessa segunda opção, passaria a disputar posição com Nikão e Jadson. Outra opção é António Oliveira voltar Nikão à sua posição de origem: extremo pela direita.

Na temporada 2020, o técnico Paulo Autuori passou a escalar Nikão como meia ofensivo centralizado. O esquema tático era o 4-2-3-1, com Carlos Eduardo e Cittadini como extremos (meias pelos lados do campo) e Nikão centralizado na linha de três do setor ofensivo. No início da temporada 2021, o Athletico anunciou que Autuori passa a ser o head coach e que António Oliveira vira o técnico do time principal.

O técnico Barbieri, que trabalhou com Thonny Anderson no Bragantino, destacou as qualidades do jogador, durante uma entrevista coletiva. “Ele tem uma imposição física maior, consegue segurar mais a bola, mas também tem a característica de buscar o jogo e armar as jogadas”, declarou o treinador.

HISTÓRIA
Revelado na base do Cruzeiro, Thonny Anderson foi contratado pelo Grêmio em 2018. No seu primeiro Brasileirão, em 2018, foi titular em 5 jogos, entrou como substituto em 11, marcou 3 gols e fez 1 assistência. Em 2019, ficou emprestado ao Athletico, participando de dois títulos: Copa do Brasil e Copa Conmebol/Levain. Em 2020, foi comprado por R$ 13 milhões pelo Bragantino.