Publicidade
No Couto Pereira

Melhor mandante da Série B, Coritiba tenta barrar série invicta do Brasil-RS

Robson: ele volta ao time após cumprir suspensão por cartões amarelos
Robson: ele volta ao time após cumprir suspensão por cartões amarelos (Foto: Divulgação/Coritiba)

O Coritiba, o melhor mandante da Série B de 2019, recebe nesta terça-feira (dia 13) às 21h30, no Couto Pereira, o Brasil de Pelotas (RS). A partida será pela 16ª rodada da competição. O time paranaense vem de quatro vitórias consecutivas em casa. No geral, são seis partidas sem derrotas – foram dois empates fora de casa nesse período.

Com a vitória sobre o Figueirense no último sábado, o Coritiba passou a ter a melhor campanha como mandante da Série B, com seis vitórias, um empate e uma derrota, superando o Bragantino (cinco vitórias, três empates e nenhuma derrota). O Coxa também é o time com mais gols marcados em casa, com 15.

Na classificação geral, o Coxa é o segundo colocado, com 26 pontos, dois a menos que o líder Bragantino, que recebe nessa segunda-feira o Operário Ferroviário, de Ponta Grossa.

O Brasil-RS está em 13º lugar, com 18 pontos. Apesar da classificação mediana na tabela, virou uma pedra no sapato dos mandantes. O time sustenta uma série invicta na competição, com cinco partidas seguidas sem derrotas como visitante. Nos últimos cinco jogos fora casa, somou três empates (com Oeste, Cuiabá e Sport) e duas vitórias (contra Botafogo-SP e Guarani). No ranking de visitantes, é o oitavo colocado. Só não aparece em posição melhor porque, nas duas primeiras partidas longe de Pelotas, sofreu duas derrotas (para Londrina e Figueirense).

ESCALAÇÃO
O Coritiba terá a volta do goleiro Wilson, recuperado de lesão, para a partida desta terça-feira. Ele passa a disputar posição com Alex Muralha. O ponta Robson, que cumpriu suspensão por cartões amarelos no sábado, retorna ao time. O meia-atacante Rafinha ainda não está 100% fisicamente e deve começar no banco. Ele entrou no segundo tempo da última partida e atuou em nova função – foi meia ofensivo centralizado. Antes, vinha jogando como extremo (meia ofensivo pelo lado do campo).

Louzer vem usando o esquema tático 4-1-4-1 como base desde a volta da Copa América. Matheus Sales tem sido o único volante. Robson (esquerda) e Thiago Lopes (direita) têm sido os extremos. No entanto, Juan Alano tem revezado com Thiago Lopes – ambos jogam pelo centro ou pela direita. O técnico também tem adotado o 4-2-3-1 em certos momentos, com dois volantes e três meias ofensivos se aproximando de Rodrigão.

O lateral/meia Patrick Brey sofreu nova lesão e desfalca a equipe novamente nesta terça-feira.

O Brasil, do técnico Bolívar (ex-zagueiro do Inter), tem como destaque nessa Série B o goleiro Carlos Eduardo (27 anos, formado na base do Athletico Paranaense). A revelação é o ponta Cristian (19 anos), com dois gols em cinco jogos na competição. Ele é o artilheiro do time na Série B, empatado com o meia Murilo Rangel, 27 anos, ex-Paraná, Londrina e Toledo.

CORITIBA x BRASIL
Coritiba: Wilson (Alex Muralha); Diogo Mateus, Rafael Lima, Sabino e William Matheus; Matheus Sales; Juan Alano, Thiago Lopes, Giovanni e Robson; Rodrigão. Técnico: Umberto Louzer
Brasil: Carlos Eduardo; Ricardo Luz, Leandro Camilo, Bruno Aguiar e Ednei; Leandro Leite e Carlos Jatobá; Murilo Rangel, Diogo Oliveira e Cristian; Rafael Grampola. Técnico: Bolívar
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Local: Couto Pereira, terça-feira às 21h30

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES