Tragédia

Menino mantido como refém pelo pai está internado com suspeita de envenenamento

(Foto: Reprodução RPC)

O menino, de três anos, que foi mantido como refém pelo pai por 17 horas na casa da família, no bairro Santa Cândida, em Curitiba, neste fim de semana precisou ser internado no Hospital Pequeno Príncipe, na tarde deste domingo, 28. Há suspeita e que o pai tenha dado veneno para a criança. O pai está preso.

O garoto teria passado  mal segundo a família. A assessoria de imprensa do hospital afirmou que ele está na unidade e que passará por uma bateria de exames - sem previsão de alta.  A familia levou o menino primeiro para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Boa Vista, onde foi atendido às 13h e encaminhado para o Pequeno Príncipe.

Na casa da família, a Polícia Civil disse que foram encontrados e apreendidos um produto diluído em água, seringas e um galão de gasolina. Os itens foram encaminhados para perícia.

O menino não tinha ferimentos quando deixou a casa, segundo a polícia.

Cárcere privado
Segundo a polícia, o cárcere começou depois de uma briga do casal, por volta das 11h, de sábado, 27. Quando parentes foram buscar a criança, o homem se exaltou e se trancou com a criança na casa. A mulher, um primo dela, o sogro e outra filha do casal, de 7 anos, conseguiram sair. A negociação foi realizada por policiais do Comando de Operações Especiais (COE) e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope).