Encontro

Menos ‘engessado’, primeiro debate entre candidatos ao governo do Paraná terá 120 interações

(Foto: Divulgação )

O primeiro debate entre candidatos ao governo do Paraná, hoje, a partir das 22 horas, na TV Band, deve ser menos “engessado” que os anteriores. É isso que prometem os organizadores na emissora. Diferentemente do debate primeiro entre presidenciáveis, na quinta-feira da semana passada, considerado desfavorável para embates entre os participantes, o encontro dos candidatos em Curitiba promete liberdade para que haja confronto de ideias. O formato permite que os políticos respondam perguntas de adversários sem limites de solicitação. 

Seis dos dez candidatos ao governo do Estado foram convidados e confirmaram presença no encontro de hoje na emissora, primeiro da disputa deste ano.  

O critério de participação é a presença de candidatos que estão em coligações com representação de pelo menos cinco parlamentares no Congresso Nacional, conforme prevê a Lei Eleitoral. Com isso, os candidatos Jorge Bernardi (REDE), Geonísio Marinho (PRTB), Professor Ivan Bernardo (PSTU) e Priscila Ebara Guimarães (PCO) não foram convidados. A emissora afirma que optou por limitar o número de participantes, conforme permite a legislação, para dar mais dinâmica ao debate. 

Os seis candidatos que se enquadram na regra e confirmaram presença são: a governadora Cida Borghetti (PP); o ex-deputado federal Doutor Rosinha (PT); o deputado federal João Arruda (MDB); o advogado Ogier Buchi (PSL); o servidor público Professor Luiz Piva (Psol); e o deputado estadual Ratinho Junior (PSD). 

Espontaneidade - A mediação será do jornalista Douglas Santucci. Segundo ele, as regras estabelecidas nesta semana em reunião com os candidatos procuram favorecer um debate espontâneo. “O mais importante no debate da Band é que a gente privilegie a troca de ideias e informações. Por regra, o nosso debate não tem muitas regras. É muito simples. Terá cinco blocos, começando com apresentação de 30 segundos para cada candidato, e na sequência cada um dos blocos terá rodadas de perguntas e respostas. Cada candidato terá direito a fazer uma pergunta e vai responder quantas vezes for solicitado”, afirma.

Segundo o jornalista, o número de candidatos e o formato atual vai permitir maior número de interações. “O tempo de pergunta é de 30 segundos, o de resposta, um minuto e meio, réplica, um minuto, e tréplica, um minuto. Ao todo teremos 120 interações, com cinco blocos e cinco rodadas de perguntas e respostas. O último bloco tem o diferencial da despedida, em que cada candidato terá um minuto para considerações finais”, explica. 

Outra novidade no debate deste ano é a autorização para que os candidatos tenham em mãos equipamentos eletrônicos, além dos papéis que sempre costumam acompanhar os participantes.  “É uma adequação à tecnologia. Foi definido na reunião entre os partidos que celulares e tablets estão liberados. O candidato ou candidata vai poder acompanhar tanto redes sociais, o que está sendo comentado no Twitter, no Facebook, e até conversar com os assessores”, explica Santucci. 
O debate deve durar duas horas e meia. A transmissão será feita simultaneamente pela Band TV em Curitiba, pelas rádios BandNews Fm Curitiba, Maringá e Paranaguá, e pelas TVs Maringá e Tarobá Cascavel e Londrina. 

Curitiba tem a maior audiência do País

Os organizadores do debate esperam por audiência significativa, dada a ampla divulgação e ao interesse já demonstrado pelos espectadores na experiência com os presidenciáveis.

A maior audiência do país durante o debate entre os candidatos à presidência da República foi registrada em Curitiba na semana passada. De acordo com a medição do Ibope, a transmissão da TV Band na capital paranaense liderou a audiência durante 43 minutos entre as emissoras de sinal aberto, com pico de 12,3 pontos, o maior do horário. Isso representa aproximadamente 370 mil pessoas assistindo ao debate simultaneamente em Curitiba. 

Nacionalmente, a Band fechou em terceiro lugar, à frente da Record, durante o debate. Mediado pelo jornalista   Ricardo Boechat, o primeiro debate com os presidenciáveis teve 6,2 pontos de média nacional, 8,0 pontos de pico e 11,3% de share (participação no total de televisores ligados). Foi a maior audiência da Band nas noites de quinta-feira em 2018. 
Dos 13 candidatos à presidência definidos nas convenções, participaram Jair Bolsonaro (PSL), Geraldo Alckmin (PSDB), Ciro Gomes (PDT), Guilherme Boulos (PSOL) e Cabo Daciolo (PATRI), Marina Silva (Rede), Álvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB).