Campeonato Paranaense

Mesmo com um jogador a menos, Paraná busca empate contra o Londrina na Vila Capanema

(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)
(Foto: Geraldo Bubniak)

Após 31 dias, o Paraná Clube finalmente viu a bola voltar a rolar na manhã deste domingo (18 de abril). Em sua terceira participação no Campeonato Paranaense 2021 - o primeiro jogo da temporada na Vila Capanema -, a equipe paranista teve dificuldades diante do Londrina: o time mandante saiu atrás no placar logo no início do jogo (gol marcado por Marcelo Freitas) e viu o goleiro Renan ser expulso ainda na primeira etapa, mas ainda assim buscou o gol de empate no começo do segundo tempo (com Thiago Alves) e conseguiu segurar o placar, com duas participações decisivas do goleiro reserva, Bruno Grassi, para evitar o segundo tento londrinense.

Com o placar, a equipe comandada por Maurílio Silva agora soma uma vitória (2 a 0 contra o Toledo, em 17 de março), um empate e uma derrota (0 a 1 contra o FC Cascavel, em 14 de março) no Estadual. Com quatro pontos, o Tricolor ocupa a oitava colocação, aparecendo como o último time que se classificaria para o mata-mata da competição. Já o Londrina está logo acima, na 7ª posição, com cinco pontos em cinco jogos (o time de Roberto Fonseca só empatou até aqui, portanto).

Na próxima quarta-feira (dia 21), às 16 horas, o Tubarão volta a campo para encarar o Toledo, no Estádio do Café. Já o Paraná entra em campo no mesmo dia, às 11 horas, para encarar o Maringá em casa e na sequência se prepara para dois clássicos, contra o Coritiba (no Couto Pereira, dia 24, às 16 horas) e contra o Athletico (na Vila Capanema, dia 30, às 16 horas).

ESCALAÇÕES

O Paraná Clube entrou em campo com uma escalação praticamente igual à utilizada na vitória contra o Toledo, repetindo a formação 4-2-3-1, com Mazinho e Ramires na volância, Thiago Alves e Gustavinho mais adiantados e abertos pelo lado, Juninho como armador centralizado e Da Silva comandando o ataque. A única mudança no time titular foi na lateral-direita: como Kaio não teve seu contrato renovado e deixou o clube, a posição ficou com Jaílson. 

No Tubarão, Roberto Fonseca também repetiu praticamente a mesma escalação utilizada no jogo anterior, contra o Rio Branco. Os desfalques eram o lateral-direito João Carlos (o volante Luan Marchiori foi novamente improvisado na posição) e o zagueiro William Correia, que passou por uma artroscopia no joelho. Além disso, instantes antes da partida ter início o lateral Felipe Vieira sentiu um desconforto no pé e acabou deixando o onze inicial para a entrada de Luiz Henrique (a única mudança no time londrinense em relação ao jogo anterior).

PRIMEIRO TEMPO

Atuando dentro de casa pela primeira vez na temporada 2021, o Paraná procurou desde os primeiros minutos o ataque, mas sem muita organização ou eficiência. O Londrina, por sua vez, soube aproveitar os espaços deixados pelo adversário e foi o primeiro a chegar com perigo, logo aos três minutos, em chute de Matheus Bianqui. A resposta paranista veio no lance seguinte, em cobrança de falta de Juninho que foi para fora.

Aos sete minutos de partida, porém, veio o primeiro gol, marcado pela equipe do interior paranaense: depois de uma cobrança lateral que foi para perto da área do Paraná, a bola bateu, rebateu na defesa e sobrou para Marcelo Freitas, cara a cara com o goleiro Renan, chutar. O experiente arqueiro chegou a tocar na bola, mas não foi o suficiente para evitar o tento: 1 a 0 para o Londrina.

Em desvantagem, o time mandante procurou pressionar ainda mais o rival. Reclamou de um pênalti aos 16 e criou uma grande chance aos 22 (desperdiçada por Da Silva). Mas dez minutos depois da primeira oportunidade de gol mais clara do Paraná, o Tubarão encaixou um belo contra-ataque e Douglas Santos disparou nas costas da defesa. O goleiro Renan saiu do gol desesperadamente e deu um carrinho, derrubando o atacante adversário na entrada da área. Falta e cartão vermelho para o arqueiro, o que obrigou Maurílio Silva a sacar o ponta Gustavinho para a entrada do goleiro reserva Bruno Grassi.

Já nos acréscimos da primeira etapa, o lateral Luiz Henrique criou mais uma grande oportunidade para o Londrina, mas Bruno Grassi salvou a finalização à queima roupa de Jonatas Belusso. Ufa!

SEGUNDO TEMPO

Já na volta para a etapa final, Maurílio Silva resolveu fazer a segunda mudança no time do Paraná, com o atacante Eliélton no lugar do volante Mazinho. E a mudança surtiu efeito imediato: em sua primeira participação, Eliélton fez uma bela jogada individual pela esquerda e serviu para Thiago Alves, que chutou firme de dentro da área para vencer o goleiro Dalton: 1 a 1.

Na sequência do gol, as primeiras substituições no Londrina, com Bidía no lugar de Luan Marchiori (aos 4 minutos) e Victor Daniel na vaga de Marcelo Freitas (aos 15 minutos). O Paraná respondeu com Bryan e Moisés Gaúcho nos lugares de Christianno e Da Silva (aos 17).

Mesmo com um jogador a menos, a equipe paranista mandava no jogo, mais segura defensivamente e também buscando mais incisivamente o ataque. Uma situação que obrigou o Tubarão a fazer mais duas mudanças aos 25, quando Jonatas Belusso e Adenílson deixaram o campo para as entradas de Carlos Henrique e Celsinho. Sete minutos depois, a última mudança no Paraná, com o atacante Ruan no lugar do ponta Thiago Alves.

As últimas chances de gol foram do time visitante, mas o goleiro Bruno Grassi voltou a ter uma participação decisiva aos 37 minutos, evitando gol de Carlos Henrique, e na sequência o atacante londrinense perdeu outra boa oportunidade de gol, aos 41 minutos.

FICHA TÉCNICA

Paraná 1 x 1 Londrina

Paraná: Renan; Jaílson, Anderson Salles, Jeferson e Christianno (Bryan); Mazinho (Eliélton) e Ramires; Thiago Alves (Ruan), Juninho e Gustavinho (Bruno Grassi); Da Silva (Moisés Gaúcho). Técnico: Maurílio Silva
Londrina: Dalton; Luan Marchiori (Bidía), Marcondes, Lucas Costa e Luiz Henrique; Marcel, Matheus Bianqui, Marcelo Freitas (Victor Daniel) e Adenílson (Celsinho); Douglas Santos e Jonatas Belusso (Carlos Henrique). Técnico: Roberto Fonseca.
Gols: Marcelo Freitas (7-1º), Thiago Alves (2-2º)
Cartões amarelos: Christianno (PAR); Luan Marchiori, Douglas Santos, Luiz Henrique (LON)
Cartão vermelho: Renan (PAR)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Jr
Local: Vila Capanema, em Curitiba (PR), domingo (18 de abril) às 11 horas

PRINCIPAIS LANCES

Primeiro tempo

3 - Cruzamento da esquerda na medida para Matheus Bianqui chegar batendo dentro da área. O atacante tenta um voleio e acaba isolando.

4 - Cobrança de falta da intermediária. Juninho tenta surpreender batendo direto pro gol e manda para fora.

7 - Gol do Londrina! Cobrança de lateral para perto da área, a bola bate e rebate na defesa e sobra para Adenílson, que toca para Marcelo Freitas, livre, chutar na saída do goleiro. Renan chega a tocar na bola, mas não evita o tento.

16 – Lance polêmico. Christianno recebe a bola perto da área, tenta dar o drible em Luiz Henrique e cai pedindo pênalti. O árbitro diz que o jogador paranista simulou a falta e mostra o cartão amarelo.

22 – Thiago Alves corta o zagueiro perto da linha de fundo e cruza. O ataque desvia no meio da área e a sobra na segunda trave fica com Da Silva, que mata no peito e, livre, tenta girar e chutar, mas manda sem direção, para fora.

32 - Douglas Santos recebe de Adenílson nas costas da zaga e fica cara a cara com o goleiro Renan, que sai da área e dá um carrinho, derrubando o atacante adversário. Falta fora da área e cartão vermelho para o arqueiro.

37 – Juninho chuta forte de fora da área e manda por cima do gol.

47 – Luiz Henrique passa por Jaílson e pifa Jonatas Belusso, que chuta à queima roupa. Bruno Grassi faz grande defesa.

Segundo tempo

2 - Gol do Paraná! Boa jogada individual de Elielton pela esquerda. Ele passa pelo marcador, se aproxima da área e rola para Thiago Alves chegar batendo firme, sem chance para o goleiro Dalton.

8 - Londrina contra-ataca em velocidade, Douglas Santos recebe na área uma bola perigosa, mas Anderson Salles, de carrinho, trava o lance na hora H!

38 – Carlos Henrique recebe na área, gira em cima da marcação e fica livre para chutar forte. Bruno Grassi faz grande defesa com os pés e evita o gol.

41 - Luiz Henrique avança pela esquerda e cruza fechado. Carlos Henrique chega atrasado e não consegue empurrar a bola pro gol.