Assine e navegue sem anúncios [+]

Mesmo em coma, mulher realiza sonho e dá à luz

Enquanto trabalhava no Centro de Atenção Integral à Saúde da Mulher (Caism) do Hospital de Clínicas (HC) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em Campinas (SP), a enfermeira Aline Piton sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico e entrou em coma. Após dois meses internada, a mulher deu à luz ao menino Guilherme, que já tem um mês de vida. A mãe permanece em tratamento e ainda não recuperou a consciência.

Em entrevista ao portal G1, Daniel Piton, marido de Aline e pai de Guilherme, contou do desejo de voltar a ver a esposa bem. Em todo instante eu penso que quero ver minha esposa abraçando nosso filho, relata.

Representante comercial, Daniel conseguiu a licença maternidade para cuidar do filho nos primeiros meses de vida. Niceli, tia de Guilherme, exalta a postura do irmão. Hoje em dia, qual pai, qual marido faz o que ele está fazendo? De repente, você vê alguém que acabou de casar, passa por esse problema todo e está com a esposa", diz.

Aline

Segundo Daniel, Aline mantinha hábitos saudáveis. Contudo, uma combinação de uma má formação arterovenosa e a brusca mudança de hormônios desencadeada pela gravidez acabou resultando no AVC hemorrágico no dia 21 de julho.

Aline foi atendida de imediato por médicos e enfermeiros amigos dela. O maior sonho da esposa era ser mãe. E mesmo com ela em coma, os médicos optaram pela manutenção da gravidez. No 7º mês, a criança já podia nascer sem correr riscos.

Eu estou cuidando dele e ele está servindo de estímulo para todo mundo. Não tem como chegar perto dele e não abrir um sorriso", conta o pai.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK