Capa e espada

Mestre d'armas italiano dá curso inédito na escola de esgrima da Prefeitura

(Foto: Cesar Brustolim/SMCS)

A escola pública de esgrima da Prefeitura, que fica no Centro de Esporte e Lazer (CEL) Afonso Botelho, no Água Verde, vai sediar um curso de aperfeiçoamento e estágio para técnicos e atletas de esgrima. A capacitação, inédita no Brasil, será dada pelo mestre d'armas (instrutor) italiano Filippo Lombardo.

Nesta quinta-feira (26/7), o prefeito Rafael Greca recebeu Lombardo na Prefeitura para saber os detalhes do curso. A esgrima é um dos esportes oferecidos gratuitamente na Afonso Botelho. São 49 alunos que treinam na escola pública da Prefeitura.

“A esgrima é um esporte muito bonito. Queremos que nossas crianças, os curitibinhas das escolas municipais, conheçam a esgrima. O conhecimento do técnico Filippo Lombardo deve ser compartilhado com as crianças”, disse o prefeito, que também mencionou a intensão de promover um festival de esgrima, com apresentações do esporte na cidade.

Participaram da reunião o atleta olímpico curitibano de esgrima Athos Schwantes; o secretário do Esporte, Lazer e Juventude, Emílio Trautwein, e o diretor de Incentivo ao Esporte, Thiago Soares; o presidente da Federação de Esgrima do Paraná (FEP), Ildefonso Petrich; o presidente da Academia de Esgrima Mestre Kato, Luciano Souza; e o assessor de Relações Internacionais da Prefeitura, Rodolpho Zanin Feijó.

CURSO

Trautwein explicou que cinco servidores da secretaria vão participar do curso, que começa nesta sexta-feira (27/7) e vai até 10 de agosto. Serão 17 dias de capacitação e aperfeiçoamento técnico.

O mestre Filippo Lombardo trabalha com esgrimistas brasileiros há mais de 11 anos. Treinou Athos Schwantes nas olímpiadas de Londres em 2012 e do Rio, em 2016.

O curso será oferecido pela Federação de Esgrima do Paraná (FEP) em parceria com a secretaria, por meio do Departamento de Incentivo ao Esporte.

A sala de esgrima da Afonso Botelho será usada na terça-feira, 31 de julho, e no dia 5 de agosto. A capacitação será possível graças à Lei de Incentivo ao Esporte da Prefeitura, que destinará os recursos para o curso.

No final do encontro, Lombardo deu um livro italiano, escrito em 1770, para o prefeito Rafael Greca. O italiano também foi presenteado com uma gravura de Curitiba, que mostra uma ciranda das etnias que formaram a cidade.