Publicidade
Greve geral

Metalúrgicos da Força Sindical param produção em 90% das fábricas da Grande Curitiba

(Foto: Divulgação)

Cerca de 65 mil metalúrgicos cruzaram os braços em Greve Geral e não foram até as fábricas da Grande Curitiba nesta sexta-feira (14). A paralização ocorreu em 90% das empresas de Curitiba e Região, incluindo as grandes montadoras e empresas metalúrgicas da CIC e de São José dos Pinhais, como Renault, Volkswagen/Audi, PIC, Volvo, CNH, WHB, Brafer e Bosch.

Além de parar as atividades em 90% das fábricas e empresas da cidade, o Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba (filiado à Força Sindical) também liderou carreatas em diversos pontos e rodovias da cidade durante toda a manhã.

Os protestos liderados pela Força Sindical fazem parte da Greve Geral em Defesa da Aposentadoria, da Educação e da Geração de Empregos que ocorre em todo o Brasil.

Além dos metalúrgicos da Força Sindical, dezenas de outras categorias paralisaram as atividades na cidade. Em Curitiba, protestos dos trabalhadores nas garagens de ônibus fizeram com que 60% do transporte coletivo não operasse na manhã desta sexta-feira.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES