Publicidade
Prisão de Lula

Metalúrgicos da Grande Curitiba param em apoio a Lula e bloqueiam BR-277

(Foto: Divulgação)

Os metalúrgicos iniciaram na tarde desta sexta (6)  protesto nas principais fábricas da Grande Curitiba, em ato intitulado ´Metalúrgicos contra o fim da Democracia´, contra a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ato é liderado pelo Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, filiado à Força Sindical

Os funcionários da montadora Renault, já paralisaram as atividades e bloqueiam a marginal da BR-277 e o sentido Paranaguá da rodovia, no km 69.em São José dos Pinhais. Os trabalhadores da Bosch, na Cidade Industrial de Curitiba, também estarão parados em protesto. Na Volks, também, em São José dos Pinhais, os metalúrgicos também protestam.

Em comunicado enviado à imprensa,  Sérgio Butka, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba, da Força Sindical do Paraná e da Federação dos Metalúrgicos do Paraná,  diz que é hora de aqueles que acreditam na democracia se unirem. 

" Prestamos total apoio ao ex-presidente, que há muito vem sendo perseguido por uma justiça parcial a serviço do grande capital e de uma direita conservadora. Usando a falsa desculpa de combater a corrupção, a justiça brasileira tem sido usada como ferramenta de perseguição política por aqueles que não aceitaram um governo popular e preocupado em oferecer mais qualidade de vida para os trabalhadores. Esse julgamento, condenação e decreto de prisão acelerados são a prova de que o único objetivo destas ações é impedir que Lula seja candidato e volte a liderar um Brasil mais justo, como fez bravamente durante 8 anos" .

 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES