Pratas-da-casa

Mikael celebra chance no Paraná Clube e fala sobre o duelo com o Criciúma

Mikael
Mikael (Foto: Divulgação/Paraná Clube)

Revelado nas categorias de base do Paraná Clube, o atacante Mikael será relacionado pela primeira vez na disputa desta Série C do Campeonato Brasileiro no duelo contra o Criciúma neste sábado (4), às 19h, na Vila Capanema. O jogador comemorou essa chance de poder entrar em campo pelo Tricolor e ressaltou a importância e o clima de decisão para a partida contra o time catarinense.

“É um jogo decisivo e vamos buscar os três pontos em casa para seguirmos vivos na competição. Temos que nos impor e lutar os 90 minutos. Sabemos da situação em que nos encontramos, o grupo tem consciência de tudo e estamos trabalhando todos os dias firmes e fortes. A matemática diz que é possível e vamos lutar muito para tirar o clube dessa situação e conseguir a permanência na Série C”, garantiu Mikael.

Mikael chegou a atuar em 2020 pelo Paraná em uma partida da Série B do Campeonato Brasileiro. Neste ano, não teve oportunidades e acabou se machucando. Uma lesão muscular grau dois o tirou dos gramados por algumas semanas. De volta e treinando com o grupo há algum tempo, o jogador comentou sobre a boa relação que tem com o técnico Jorge Ferreira.

“O Jorge (Ferreira) me ajuda desde a base. Sempre me ajudou muito dentro e fora de campo. Muitas vezes precisei dele e ele sempre me orientou e me aconselhou. Acredito que com essa confiança e cobrança, ele tem me ajudado a evoluir bastante”, acrescentou Mikael, que comentou ainda sobre essa chance de jogar pelo Tricolor na reta final da Série C.

“É uma oportunidade grande estar vestindo a camisa do Paraná. Sei do peso, da história e para mim é uma honra. É um clube muito importante para mim e que não merecia estar aonde está. É uma oportunidade muito boa para eu estar crescendo e aprendendo cada vez mais. Fico contente pela confiança que o Jorge e a comissão estão colocando em mim nessa reta final decisiva. Espero ajudar o clube nessa missão de conseguir a permanência na Série C”, finalizou o atacante paranista.

O atacante Mikael tem apenas 18 anos e, se entrar em campo diante do Criciúma, vai ser seu segundo jogo pelo time profissional do Paraná. Em 2020, entrou na partida contra o Oeste, em Barueri. Já no time de aspirantes, no passado, atuou nos duelos contra Ceará, Paysandu e Vila Nova.