Publicidade
Briga entre facções

Ministério Público denuncia homens acusados de matar companheiro de cela

A 6ª Promotoria de Justiça de Paranaguá, no Litoral paranaense, ofereceu, nesta sexta-feira, 8 de fevereiro, denúncia por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e uso de recurso que impediu a defesa da vítima) contra cinco homens acusados de matar um companheiro de cela na madrugada do dia 26 de janeiro. Os denunciados amarraram as mãos e os pés da vítima com um lençol e o atacaram com socos, chutes e golpes de estoque.

De acordo com a denúncia, o crime, ocorrido no interior de uma cela da 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá, teria sido cometido por vingança – a vítima (que seria colocada em liberdade na manhã seguinte ao crime, por força de um alvará de soltura) pertenceria a uma facção criminosa rival (Primeiro Grupo Catarinense – PGC) e teria confessado a morte de um companheiro de facção dos denunciados (Primeiro Comando da Capital – PCC). A motivação constou de uma carta escrita por dois dos denunciados, apreendida em poder de outro preso.

Este foi o quarto homicídio do ano em Paranaguá. No final do ano passado, o Tribunal do Júri de Paranaguá condenou a mais de 22 anos de prisão um réu acusado de crime semelhante, ocorrido em 2014, também no interior de uma cela da 1ª Subdivisão Policial de Paranaguá.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES