Publicidade
inclusãofashion

Moda é para todos e não para poucos

A Hellen Mirren não para de ser linda, gente. Aos 73 anos, posa chique e supersexy com vestidão, jaqueta biker e olhar matador
A Hellen Mirren não para de ser linda, gente. Aos 73 anos, posa chique e supersexy com vestidão, jaqueta biker e olhar matador (Foto: Divulgação/L’Óreal)

Não somos nós que devemos nos adaptar à indústria da moda, mas o contrário. Moda não é só para jovens, brancos e magros. Nem só para aqueles que conhecem sua paleta de cores ou que têm grana para comprar a it bag da it estação. Portanto, antes de tentar se adaptar à tendência da vez, respire, olhe para seu corpo com carinho e pense no que pode fazer você feliz.
A moda é para todos e não para poucos. Vamos incluir, gente! Uma mulher madura pode ser sexy, sim, se ela quiser. Ninguém precisa aderir ao look preto total só para neutralizar as curvas, mas pode ser superfashion vestindo só ele. Baixinhas podem usar saiões e altonas aderir aos micros.
Cuidado para não se enfiar na prisão do que pode ou não pode, do que faz parte ou não do seu estilo, como se isso fosse uma verdade imutável. Eu sou diferente a cada dia. Você também é. E não há nada de errado em querer mudar, em experimentar as coisas de um jeito diferente. Chega de tentar se enfiar numa prateleira. O mundo é seu. Roupa pode não trazer felicidade, mas é um artifício muito legal na missão do autoconhecimento.


Reprodução/Pinterest

Quer exagerar na dose? Vai lá! Aqui a ideia é misturar tudo (do paetê ao xadrez) e buscar alguma conexão entre as peças, como é o caso do verde - que aparece na jaqueta e no sapato


Kayla Short/Divulgação

O azul impera na produção, que tem mistura de cores, texturas e estampas. Tudo usado em camadas e sobreposições que divertem e enriquecem o look


Reprodução/Pinterest

Minimalismo está bem longe de ser sem graça. O cuidado está nos detalhes, como o cinto amarrado ao lado, a fenda que revela um pouco das pernas, a bolsa transversal

DESTAQUES DOS EDITORES