Campeonato Paranaense

Modificado, Coritiba tenta derrubar jejum de 11 anos em Ponta Grossa

O volante Val: de volta ao time
O volante Val: de volta ao time (Foto: Divulgação/Coritiba)

O Coritiba tenta nesta quinta-feira (dia 27) às 21h30 encerrar um jejum de 11 anos sem vencer o Operário em Ponta Grossa. A última vitória contra o 'Fantasma' nesse local foi em janeiro de 2011, por 1 a 0, com gol do meia-atacante Marcos Aurélio (hoje com 37 anos e atuando pelo Taubaté). Naquele ano, o time comandado pelo técnico Marcelo Oliveira conseguiu uma sequência de 24 vitórias, entre fevereiro e maio. Na época, a série chegou a ser considerada a maior do mundo pelo Guinness Book.

CAMPEONATO PARANAENSE 2011
1ª rodada, 16 de janeiro
Operário 0x1 Coritiba
Operário: Ivan; Liza, Vinícius, Alisson e Gilson; Zé Leandro, Cambará, Serginho Paulista e Serginho Catarinense (Edson Grilo); Rilber (Osmar) e Hevandro (Fábio Buda). Técnico: Amilton Oliveira
Coritiba: Edson Bastos; Jéci, Pereira e Emerson; Jonas (Willian), Leandro Donizete, Léo Gago, Rafinha (Tcheco) e Eltinho; Marcos Aurélio (Bill) e Leonardo. Técnico: Marcelo Oliveira
Gols: Marcos Aurélio (8-1º, de fora da área, após passe de cabeça de Leonardo)
Público pagante: 7.725
Local: Germano Krüger

Depois daquele confronto, o Coritiba enfrentou o Operário mais sete vezes em Ponta Grossa, somando quatro empates e três derrotas. Em 2021, por exemplo, foram duas derrotas por 1 a 0: uma no Paranaense e outra na Série B.

ESCALAÇÃO
Para esse duelo, o Coritiba terá a volta do volante Val, recuperado após testar positivo para Covid-19. O ponta uruguaio Pablo García, 22 anos, pode fazer sua estreia, assim como o zagueiro uruguaio Guillermo de los Santos, 30 anos.

O zagueiro Luciano Castán, os volantes Bernardo e Andrey e o centroavante Léo Gamalho ficaram em Curitiba aprimorando a preparação física e não vão atuar contra o Operário. O lateral Guilherme Biro se recupera de lesão e é outra baixa.

O técnico Gustavo Morínigo não divulgou a escalação, mas avisou que vai fazer trocas na equipe a cada rodada. A intenção da comissão técnica é dar chance a todos os jogadores no Paranaense.

OPERÁRIO
O Operário conta com velhos conhecidos do futebol da capital, como o lateral-esquerdo Romário (29 anos, ex-Coritiba), o meia Tomas Bastos (29 anos, ex-Coritiba), o zagueiro Thales (28 anos, ex-Paraná), o volante Leandro Vilela (26 anos, ex-Paraná), o ponta Rodrigo Pimpão (34 anos, ex-Paraná) e os centroavantes Paulo Sérgio (32 anos, ex-Paraná) e Schumacher (35 anos, ex-Athletico).
O time de Ponta Grossa estreou com vitória no Paranaense 2022, batendo por 1 a 0 o União Beltrão. O 'Fantasma' não perde em casa pelo campeonato estadual há 18 meses. A última derrota em Ponta Grossa pela competição foi em 22 de julho de 2020, pelas quartas de final, por 2 a 0 para o Cianorte. Desde então, foram nove partidas pelo Estadual como mandante, com sete vitórias e dois empates.

OPERÁRIO x CORITIBA
Operário: Simão; Arnaldo, Thales, Reniê e Romário; Leandro Vilela e Marcelo; Giovanni Pavani, Thomaz e Felipe Garcia; Paulo Sérgio. Técnico: Ricardo Catalá
Coritiba: Alex Muralha; Natanael (Matheus Alexandre), Henrique, Márcio Silva (Guillermo de los Santos) e Egídio (Angelo); William Farias e Val (Matheus Sales); Pablo Garcia (Vinícius), Robinho e Igor Paixão; Alef Manga (Luizão). Técnico: Gustavo Morínigo
Árbitro: Robson Babinski
Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, quinta-feira às 21h30
TV: NSports, OneFootball e TV Coxa Prime

OS CONVOCADOS
Goleiros: Alex Muralha e Rafael William
Zagueiros: Guillermo, Henrique, Márcio Silva e Thalisson
Laterais: Egídio, Angelo, Matheus Alexandre e Natanael
Volantes: Gustavo Bochecha, Matheus Sales, Val e Willian Farias
Meias: Biel, Régis e Robinho
Pontas: Alef Manga, Igor Paixão, Nathan Fogaça, Pablo García e Vinícius
Centroavante: Luizão