Publicidade
Campeonato Paranaense

Modificado, Paraná Clube vai a Cascavel defender um tabu histórico

Alan Aal conversa com os jogadores, durante treino do Paraná Clube
Alan Aal conversa com os jogadores, durante treino do Paraná Clube (Foto: Divulgação/Paraná Clube/Rui Santos)

O Paraná Clube enfrenta o Cascavel CR nesta quinta-feira (dia 23), às 19h30, no Estádio Olímpico Regional, em Cascavel, pela segunda rodada do Paranaense. Nessa fase, após 11 rodadas, os oito primeiros garantem vaga nas quartas de final.

O retrospecto entre os dois times aponta um tabu histórico. O Paraná nunca perdeu para esse adversário. Em 12 duelos, foram dez vitórias e dois empates. Foram seis partidas no Interior e seis na capital.

No último encontro entre as equipes, o Paraná goleou por 4 a 1, na Vila Capanema, pelo Paranaense de 2019, com gols de Jenison (2), Bauermann e Alesson.

O Paraná, aliás, nunca perdeu para os três clubes de Cascavel. Contra o FC Cascavel, foram três vitórias do time da capital e dois empates. Contra o extinto Cascavel E.C., o Tricolor da Vila Capanema ganhou 12 duelos, empatou três e não perdeu nenhum.

ESCALAÇÃO
O técnico Alan Aal não vai contar com o lateral-direito Rafael França (ex-Vasco), que sofreu uma lesão e não viajou para Cascavel. O substituto imediato seria Paulo Henrique, ex-Tubarão. No entanto, o jogador também se recupera de contusão. Com isso, a tendência é que o volante Bruno (20 anos, promovido da base) seja improvisado nessa posição.

Na estreia, Alan Aal montou o time no 4-2-3-1, com três pontas na linha de três (Andrey ficou improvisado como meia ofensivo centralizado). O treinador explicou essa medida afirmando que o jogo em Paranaguá tinha características de muito contato físico. Sobre o jogo em Cascavel, prevê outro cenário e pretende escalar um meia centralizado na linha de três. Os principais candidatos são Thiago Alves (recém-promovido da base), Michel (emprestado pelo Cruzeiro) e Dudu Feitoza (ex-Vasco). Nas pontas, segue a disputa entre Robson (ex-Goiás), Raphael Alemão, Andrey, Marcelo (emprestado pelo Cruzeiro) e Gustavo Mosquito (emprestado pelo Corinthians).

ADVERSÁRIO
O Cascavel CR, 9º colocado em 2019, tem como atração em 2020 o técnico português Luis Miguel. Nascido em Lisboa, ele trabalhou Arrentela e no Atlético CP no seu país natal. Chegou ao Brasil em 2006 e comandou apenas clubes pequenos, como Ceres, Vila Rica, Ananindeua e Iranduba. Seu maior clube foi o Moto Club, em 2018.

Na estreia em 2020, o Cascavel CR perdeu por 1 a 0 para o Operário, em Ponta Grossa.

CASCAVEL CR x PARANÁ
Cascavel CR: Fernando; Lapa, Allan, Marcão e Renato; Diego Henrique, Gustavo e Guga; Pedro Igor, Louback e Rone. Técnico: Luis Miguel
Paraná: Alisson; Bruno, Thales, Fabrício e Juninho; Jhony Douglas e Kazu; Raphael Alemão (Marcelo), Tiago Alves (Michel) e Gustavo Mosquito (Andrey); Rafael Furtado. Técnico: Alan Aal
Árbitro: Leonardo Sígari Zanon
Local: Estádio Olímpico Regional, em Cascavel, quinta-feira às 19h30

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES