Publicidade

Monitor do PIB aponta alta de 1,2% em 2019, revela FGV

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 1,2% no ano de 2019, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV). No mês de dezembro de 2019, o PIB ficou estagnado (0,0%) em relação a novembro. Na comparação com dezembro de 2018, a economia cresceu 2,3% em dezembro de 2019.

"O resultado positivo da economia em dezembro, no quarto trimestre e no ano de 2019 foi influenciado pelo consumo das famílias. Destaca-se que tal desempenho está sendo impulsionado, principalmente pelo aumento do consumo de serviços", afirmou Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB-FGV, em nota oficial.

O Monitor do PIB antecipa a tendência do principal índice da economia a partir das mesmas fontes de dados e metodologia empregadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável pelo cálculo oficial das Contas Nacionais.

No quarto trimestre de 2019, o PIB cresceu 0,7% em relação ao terceiro trimestre do ano passado. Na comparação com o quarto trimestre de 2018, houve um avanço de 1,9%.

Em termos monetários, o PIB alcançou aproximadamente R$ 7,218 trilhões de janeiro a dezembro de 2019, em valores correntes.

Apesar de crescer pelo terceiro ano consecutivo, os resultados ainda não foram suficientemente expressivos para retornarem ao patamar dos anos anteriores à recessão econômica, ressaltou a FGV.

"A despeito da recuperação da economia, o ritmo é ainda muito lento, não tendo conseguido superar, após 22 trimestres de iniciada a recessão, o nível do segundo trimestre de 2014", apontou a nota do Monitor do PIB.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES