Publicidade
Luto

Morre o artista plástico paranaense Carlos Eduardo Zimmermann

O artista plástico paranaense Carlos Eduardo Zimmermann foi encontrado morto em sua casa, no Mossunguê, na manhã desta segunda (4). A causa da morte não foi divulgada ainda. Ele tinha 65 anos. As informações sobre velório e enterro do artista devem ser divulgadas nas próximas horas. 

 Zimmermann  nasceu em Antonina em 1952. Pintor, desenhista e gravador, ele estudoui desenho e pintura no ateliê de Guido Viaro (1897 - 1971), em Curitiba, entre 1967 e 1969. Em 1974, trabalhou sob orientação de Carlos Scliar (1920 - 2001) na cidade de Cabo Frio, no Rio de Janeiro. Entre 1978 e 1979, faz curso de pós-graduação em desenho e pintura no Royal College of Art, Londres, com bolsa de estudos do governo inglês. Em 1982, foi recomendado pela Fulbright Commission para um programa de um ano de especialização em artes, realizado em Nova York, na School of Visual Arts.

Repercussão

A Fundação Cultural de Curitiba lamentou a morte do artista Carlos Eduardo Zimmermann, ocorrida na manhã desta segunda-feira (04/6). “A arte paranaense perdeu um talentoso artista que deixa um importante legado às futuras gerações', destacou Ana Cristina de Castro, presidente da Fundação Cultural de Curitiba.

A Secretaria de Estado da Cultura do Paraná (SEEC) lamenta o falecimento do  artista plástico paranaense Carlos Eduardo Zimmermann, aos 65 anos.  Pintor, desenhista e gravador, Carlos nasceu em Antonina em 1952. “Hoje a arte paranaense está triste. Perdemos um dos nossos maiores artistas. Zimmermann conquistou reconhecimento com sua arte  e levou o nome do Paraná para o mundo. Uma pessoa admirável, de puro talento. Ficam as boas lembranças e sua arte, que ele mesmo eternizou”, lamenta o secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani.

A diretora do Centro Juvenil de Artes Plásticas (CJAP) e do Museu Alfredo Andersen, Débora Russo, também lamenta o falecimento do artista.  “É com tristeza que nós do CJAP recebemos essa notícia. Estamos enlutados  com a morte do nosso querido Zimmermann. Ele foi aluno do CJAP construiu uma carreira de sucesso. Um artista fantástico, um exemplo de para todos nós”, diz.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES