Mulherio das Letras

Movimento que reúne sete mil escritoras, editoras, ilustradoras, pesquisadoras e livreiras, faz encontro virtual

(Foto: Divulgação/Assessoria de imprensa)

De 6 a 12 de outubro acontece o I Encontro Nacional Virtual do Mulherio das Letras. O evento reúne escritoras e artistas, terá oficinas, rodas de conversa e mesas de discussão e será transmitido para o Facebook e o YouTube. 

Esta edição, a primeira em plataformas virtuais, terá como autoras homenageadas quatro escritoras gaúchas: Eliane Brum, Lara de Lemos, Lilian Rocha e Maria Helena Vargas da Silveira. As autoras foram escolhidas pelo grupo Mulherio das Letras Rio Grande do Sul, que organiza o evento virtual.

As oficinas acontecem de 6 a 9 de outubro e as rodas de conversa e mesas, de 10 a 12 de outubro. As oficinas abordam ficção, poesia, crítica e as obras de Maria Valéria Rezende e Clarice Lispector. Os temas das rodas são grupos de leitura, lugar de fala, a profissão de escritora, racismo e políticas culturais.

O Mulherio das Letras é um movimento feminista que reúne mais de sete mil escritoras, editoras, ilustradoras, pesquisadoras e livreiras, entre outras mulheres ligadas à rede criativa e produtiva do livro, no Brasil e no exterior, a fim de dar visibilidade, questionar e ampliar a participação de mulheres no cenário literário.

A escritora Maria Valéria Rezende é uma das idealizadoras do movimento, que se articulou a partir de uma página no Facebook, no ano de 2017. Nesse mesmo ano, aconteceu o primeiro encontro nacional, em João Pessoa (PB), quando foi homenageada a maranhense Maria Firmina dos Reis. Em 2018, aconteceu o segundo encontro, no Guarujá (SP), homenageando Patrícia Galvão. O terceiro encontro, em 2019, em Natal, homenageou Nísia Floresta.

O movimento conta com grupos estabelecidos nas regiões da Bahia, Baixada Santista, Brasília, Ceará, Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro e Rio Sul-fluminense, Rio Grande do Sul e São Paulo, em Portugal, na França e nos Estados Unidos.

No Paraná, foram feitos 2 encontros, o primeiro em Curitiba, em outubro de 2019, e o segundo em julho de 2020, em plataforma virtual, transmitido pelo Canal Mulherio das Letras, no YouTube.