Publicidade
Reviravolta

MPPR pede prisão preventiva de médico acusado de matar Renata Muggiati

(Foto: Facebook)

O Ministério Público do Paraná (MPPR) pediu, nesta quarta (6) a prisão preventiva do médico Raphael Suss Marques, acusado pela morte da ex-namorada, a fisiculturista Renata Muggiati, em setembro de 2015, em Curitiba. A ação, assinada pelo promotor Marcelo Balzer Correia, pede ainda a revogação dos benefícios concedidos. como o uso de tornozeleira, porque ele teria descumprido ordem judicial de não frequentar casas noturnas. 

SAIBA OS DETALHES NO BLOG PLANTÂO DE POLÍCIA

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES