Publicidade
CÂMARA

Multa de R$ 15 mil para festas clandestinas

A realização de festas clandestinas com caráter comercial, durante a vigência da emergência em saúde pública, poderá render multa de R$ 15 mil ao proprietário do imóvel. Isso é que prevê projeto de lei em tramitação na Câmara Municipal de Curitiba de autoria do vereador Professor Euler (PSD). O objetivo, diz o vereador, é coibir aglomerações, evitando que os participantes se exponham ao novo coronavírus e eventualmente propagem a covid-19.
No último dia 11, o Bem Paraná noticiou que a Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Saúde (Decrisa) iniciou investigações sobre as festas clandestinas realizadas em Curitiba e região durante a quarentena e a suspensão das atividades das casas noturnas, conforme decreto do governo do Estado. O pedido de investigação foi feito pelo próprio governador Ratinho Junior após denúncia de realização de balada clandestina em casa de eventos no bairro Campo Comprido

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES