Publicidade
Semana Santa

Municípios da Grande Curitiba suspendem as tradicionais feiras do peixe

As tradicionais ferias do peixe vivo que municípios da Região Metropolitana de Curitiba realizavam na Semana Santa não devem ocorrer neste ano por causa da pandemia do coronavírus, com a questão do isolamento e a suspensão de eventos que envolvam aglomerações. Alguns municípios já anunciaram a suspensão.

A Prefeitura de Araucária, por exemplo, cancelou a sua feira do peixe já no decreto do dia 19 de março. “Eventos em geral também estão cancelados; como a Feira do Peixe Vivo, que ocorreria nos dias 8 e 9 de abril. Parques também estarão fechados; isso inclui o Parque Cachoeira (local onde a feira acontecia).

Também Campo Largo vai ficar sem a feira. Tradicionalmente realizada na Semana Santa, a Prefeitura suspendeu sua realização, assim como as Feiras do Agrocultor realizadas aos sábados. Mais informações serão divulgadas no site da Prefeitura de Campo Largo (www.campolargo.pr.gov.br).

As feiras do peixe ajudam produtores da Grande Curitiba. Aqui são produzidos espécies como tilápias e carpas.

Produção
O Paraná se destaca na produção de peixes em cativeiro. Na liderança nacional desde 2016, o Estado conseguiu ampliar em 2018 a sua produção em 16,7%, alcançando a marca de 123.000 toneladas ano. 

O crescimento do Estado, inclusive, acabou ajudando a puxar a produção nacional para cima. Em todo o país, o avanço foi de 4,5%, com volume total de 722 mil toneladas.

Os dados constan do Anuário Brasileiro da Piscicultura 2019, da Associação Brasileira da Piscicultura (Peixe BR). O Paraná é responsável por 29,3% da produção total brasileira, seguido — de longe — por São Paulo (69.500 toneladas) e Santa Catarina (33.800 toneladas).

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES