Cultura

Espaços da Fundação Cultural têm exposições gratuitas para ver durante as férias

MuMa traz mostra digital Pelo Direito de Amar Monstros, de Luciana Siebert, e O Sentido do Olhar, de Estela Sandini
MuMa traz mostra digital Pelo Direito de Amar Monstros, de Luciana Siebert, e O Sentido do Olhar, de Estela Sandini (Foto: Cido Marques)

Com a reabertura dos espaços da Fundação Cultural de Curitiba em horário regulado pela bandeira amarela, em obediência ao decreto municipal que dispõe sobre as medidas de controle e prevenção da covid-19, o público pode ter acesso a muitas atrações culturais grátis e para todas as idades.

Para visitá-las, é preciso observar os cuidados contra a disseminação da doença. Para entrar em cada local, é preciso usar máscara corretamente colocada sobre o rosto, aplicar álcool em gel oferecido nas portarias, além de verificar a temperatura corporal e observar o distanciamento social.

Gibiteca e Museu da Fotografia
No Solar do Barão, no Centro, a Gibiteca e o Museu da Fotografia contam com três atrações. Na Gibiteca, onde continua em cartaz a mostra Viajante Ilustrado, acaba de ser aberta a nova O Álbum do Zequinha. A primeira traz desenhos e histórias assinadas por André Caliman, feitas a partir de viagens do artista pelo Brasil e pela Europa.

O Álbum do Zequinha apresenta exemplares antigos e atuais das figurinhas numeradas do palhaço que atrai colecionadores há mais de 90 anos. Também mostra vídeos com depoimentos do desenhista Nilson Müller, que há mais de 40 anos desenha o personagem, e artistas convidados para releituras autorais.

Atravessando o pátio do centro cultural, no Museu da Fotografia, segue a mostra Cartografia Mítica da Escarpa Devoniana, da artista visual Maria Baptista. Além de fotografias recentes e mais antigas, estão expostos mapas e objetos reunidos por Baptista durante sua incursão pela área de proteção ambiental.

Memoriais
No Centro Cívico, a sugestão é o Memorial Polonês do Bosque João Paulo II, também conhecido como Bosque do Papa. Além da beleza natural do lugar, é possível conhecer a réplica de uma capela e de ambientes domésticos dos primeiros imigrantes vindos da Polônia.

Seguindo pela Mateus Leme, a via que dá acesso ao Memorial Polonês, o visitante chega ao recém-revitalizado Parque São Lourenço. O local abriga o novo Memorial Paranista e o Jardim das Esculturas do artista plástico João Turin. Como o São Lourenço é um destino muito procurado pelos moradores e visitantes, por causa das exigências sanitárias sobre lotação máxima e distanciamento social é necessário agendar a visita neste link.

Indo pela João Gava em direção ao caminho que leva ao Parque Tingui, chega-se à sede do Memorial à Imigração Ucraniana. No local é possível ver construções relacionadas aos primeiros imigrantes, como a réplica da mais antiga igreja ucraniana do Brasil, uma exposição de pêssankas, ícones religiosos e objetos.

MuMA
Do outro lado da cidade, no Portão Cultural, duas exposições serão abertas no MuMA (Museu Municipal de Arte de Curitiba) neste sábado (10/7). São a mostra digital Pelo Direito de Amar Monstros, de Luciana Siebert, e O Sentido do Olhar, de Estela Sandini.

No mesmo local, os visitantes podem apreciar as peças de arte em exposição permanente. É o caso dos painéis cerâmicos de Franco Giglio, na entrada do centro cultural; o painel em madeira de Poty Lazzarotto; e a escultura em concreto de Tomie Ohtake, na parte de trás do espaço.

Serviço:

Exposições em espaços da FCC

Memorial Ucraniano (Rua Dr. Mbá de Ferrante s/nº, Parque Tingui) – todos os dias, das 9h às 18h.

Memorial Polonês (Rua Mateus Leme, em frente ao Portal Polonês) – de terça a domingo, das 10h às 18h.

Memorial Paranista (Rua Mateus Leme, 4700, São Lourenço) – de terça a domingo, das 10h às 18h (o último grupo de visitantes entra às 17h). https://www.agendamento-memorial-paranista.org/bookings-checkout/agendamento-memorial-paranista/book

Memorial de Curitiba/300 anos – fechado para reforma.

No Solar do Barão (Rua Presidente Carlos Cavalcanti, 533, Centro):

Gibiteca

de terça a sábado, das 12h às 18h

Museu da Fotografia

de terça a domingo, das 12h às 18h

MuMA (Museu Municipal de Arte, Portão Cultural) – de terça a domingo, das 10h às 18h