Publicidade
Limpeza

Mutirão no Campo Comprido retira 15 caminhões de lixo nas primeiras horas

Mutirão no Campo Comprido retira 15 caminhões de lixo nas primeiras horas
(Foto: Divulgação/SMCS)

A Regional Portão/Fazendinha iniciou nesta semana, em parceria com a Copel e a FAS – Fundação de Ação Social -, a primeira intervenção no bairro Campo Comprido, que recentemente passou a ser atendido pela regional. O objetivo da ação é limpar e reorganizar a Rua Rio do Sul, que possuía um aterro clandestino.

Cerca de 15 caminhões carregados de entulho e lixo já foram retirados do local. A área ocupada pelo aterro clandestino fica numa faixa não edificável, embaixo das linhas de alta tensão da Copel, e não é segura para acúmulos.

Os moradores da região receberam visitas de cunho social para analisar as condições de saúde e moradia, além de recomendações para descarte de lixo e serviços oferecidos pela Prefeitura.

O aterro contribuía para a proliferação de pestes e mau cheiro. O local, que fica próximo ao Rio Barigui, também poderia contribuir para a poluição do aquífero. Após o término da limpeza, a regional permanecerá com a ação no bairro promovendo a implantação de uma horta comunitária e trabalhos de revitalização.

Mudança

Este é o primeiro trabalho da Regional Portão/Fazendinha no bairro Campo Comprido, que antes estava nos limites da Regional Santa Felicidade. O objetivo da mudança foi dar mais comodidade aos cidadãos que precisam se deslocar até a Rua da Cidadania.

Segundo o administrador Gerson Gunha, o trabalho está só começando. “Pretendemos continuar as ações no Campo Comprido e oferecer monitoramento frequente na região”, afirmou.

DESTAQUES DOS EDITORES