Tribuna Livre

Na Câmara, presidente da ACP defende rodízio no funcionamento do comércio

Turmina: "Eu não preciso de 800 farmácias abertas"
Turmina: "Eu não preciso de 800 farmácias abertas" (Foto: Franklin de Freitas)

O presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Camilo Turmina, defendeu hoje na Câmara Municipal de Curitiba um rodízio no funcionamento do comércio durante a pandemia da Covid-19. Segundo ele, essa seria uma das alternativas para evitar maiores prejuízos para a economia da cidade no enfrentamento da pandemia.

“Quantos por cento nós queremos que fiquem em isolamento em casa? Se for 50% é bem simples. Um dia abre uma atividade econômica. No outro dia, outra”, propôs. Turmina sugeriu que a divisão ocorra, por exemplo, conforme o lado da rua, numeração par e ímpar dos imóveis ou pelo registro na Junta Comercial. “Gente, nós quebramos negócios porque não damos esperança à nossa população”, justificou.

Leia mais no blog Política em Debate