São José dos Pinhas-Piraquara

Na Grande Curitiba, população reclama do lixo jogado perto do Canal Extravasor

Entulho perto do Canal Extravasor: risco sanitário
Entulho perto do Canal Extravasor: risco sanitário (Foto: Franklin de Freitas)

Construído em meados da década de 1990 para prevenir inundações, o Canal Extravasor do Rio Iguaçu, localizado quase na divisa entre os municípios de São José dos Pinhais e Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), enfrenta dias fétidos. É que o local virou, basicamente, um depósito de lixo a céu aberto e, agora, moradores pedem que autoridades ligadas ao meio-ambiente façam algo para proteger o local.

Residente no Jardim Ipê, em São José dos Pinhais, Remy Nestor Papcke conta que mora há 25 anos na região e que desde sempre o local enfrenta problemas desse tipo, mas que a situação tem piorado nos últimos tempos.

“Depois que foi aberto o canal, a situação piorou, porque é um local ermo, abandonado. Jogam todo tipo de lixo: amianto, gesso, transresíduos, tem resto de construção, resto de comida… Tudo que é tipo de lixo da pior qualidade”, relata o morador. “Piraquara limpa, a prefeitura [de São José dos Pinhais] limpa, mas os caras jogam de novo.”

Ainda segundo ele, nos dias de maior calor o cheiro do lixo é muito forte. “Vem muito cheiro, muito cheiro”, afirma o homem, relatando ainda que ontem pela manhã fez mais uma denúncia.

“Já fiz reclamação, fui no IAP (atualmente IAT). Mostrei foto, vídeo e mandaram ir na Prefeitura de Piraquara. Pô, eu não tenho como ir na Prefeitura de Piraquara. Tento resolver as coisas da minha maneira, onde posso, passo perto. Mostrei pros caras, e os caras não tomam uma atitude”, desabafa.