Publicidade
Sul-Americana

Na Recopa, Athletico e River Plate fazem duelo de técnicos 'copeiros'

Tiago Nunes
Tiago Nunes (Foto: Valquir Aureliano)

Athletico Paranaense e River Plate começam a decidir nesta quarta-feira (dia 22) às 21h30 o título da Recopa Sul-Americana de 2019. O primeiro jogo será na Arena da Baixada. A partida de volta, em Buenos Aires, ocorre em 30 de maio (uma quinta-feira) às 21h30 (horário de Brasília). A Recopa é o duelo do atual campeão da Copa Sul-Americana contra o vencedor da última Copa Libertadores.

O clube brasileiro disputa a Recopa pela primeira vez. O River Plate é bicampeão do torneio (venceu em 2015 e em 2016).

Os dois clubes são comandados por técnicos 'copeiros'. Tiago Nunes, do Athletico, venceu as duas finais que disputou pelo clube: o Paranaense de 2018, contra o Coritiba, e a Sul-Americana de 2018, contra o Junior Barranquilla.

MATA-MATA
Tiago Nunes tem excelente retrospecto em jogos eliminatórios e finais. Desde que virou técnico do Athletico, em janeiro de 2018, somou oito classificações e uma eliminação nos nove duelos de mata-mata. A única desclassificação foi contra o Rio Branco, nos pênaltis, na semifinal do 1º turno do Paranaense 2018. Depois disso, levou a melhor contra Maringá, Londrina, Coritiba, Peñarol, Caracas, Bahia, Fluminense e Junior Barranquilla.

GALLARDO
O argentino Marcelo Gallardo, 43 anos, foi um meia habilidoso de 1992 a 2011. Somou 44 jogos e 14 gols pela seleção argentina. Pelo River Plate, foram 305 jogos e 70 gols.

Começou a carreira de treinador em 2011, no Nacional, do Uruguai, e conquistou o título uruguaio em 2012.

Assumiu o comando do River Plate em maio de 2014. Desde então, somou 256 jogos, 132 vitórias e nove títulos com a equipe.

Gallardo disputou sete finais de torneios internacionais com o River e ganhou seis delas. A única derrota foi para o Barcelona de Messi, Suárez e Neymar, no Mundial de Clubes de 2015. Venceu a Sul-Americana de 2014 contra o Atlético Nacional, da Colômbia. Em 2015, conquistou a Recopa (batendo o San Lorenzo), a Libertadores (contra o Tigres, do México) e a Copa Suruga (contra o Gamba Osaka, do Japão). Em 2016, conquistou a Recopa em cima do Independiente Santa Fe (Colômbia) e a Libertadores (contra o Boca Juniors).

Em finais nacionais, o River de Gallardo faturou três títulos (duas Copa Argentina e uma Supercopa) e perdeu duas.

GALLARDO NO RIVER
256 jogos
132 vitórias
73 empates
51 derrotas

TÍTULOS DE GALLARDO NO RIVER
Sul-Americana 2014
Libertadores 2015
Recopa 2015
Suruga 2015
Copa Argentina 2016
Recopa 2016
Copa Argentina 2017
Supercopa da Argentina 2018
Libertadores 2018

TIAGO NUNES NO ATHLETICO
36 vitórias
16 empates
13 derrotas

TÍTULOS DE TIAGO NUNES NO ATHLETICO
Paranaense 2018
Sul-Americana 2018

DESTAQUES DOS EDITORES