Publicidade

Namorada de Centurión, ex-São Paulo, morre após sofrer acidente de carro

O atacante argentino Ricardo Centurión, ex-São Paulo, está de luto. Sua namorada, Melody Pasini, de 25 anos, morreu neste domingo após sofrer um acidente de carro. Segundo a imprensa local, ela tinha acabado de deixar a casa do jogador em Buenos Aires e dirigia sozinha em direção à residência de seus pais em Banfield, na grande Buenos Aires.

Segundo a polícia, o acidente aconteceu no início da manhã deste domingo, na rua Pergamino, na cidade de Lanús. Melody perdeu o controle da direção e bateu em outro veículo que estava estacionado no local. As autoridades informaram que a jovem foi encontrada sem vida e que sofreu uma parada cardíaca antes do acidente, o que teria sido a causa da morte.

"Era uma pessoa com antecedentes cardíacos. No primeiro exame, os peritos entenderam que ela sofreu um problema cardíaco, que provoca o choque. O impacto foi menor sobre o carro, os airbags funcionaram. O trauma não condiz com a morte. O promotor está investigando que há seis anos ela teria sofrido um problema cardíaco", afirmou o secretário de segurança de Lanús, Diego Kravetz, em entrevista ao veículo argentino América 24.

Melody teria um histórico de problemas no coração e já teria passado por duas cirurgias cardíacas. Ela estava envolvida com Centurión há alguns anos e acompanhava de perto a carreira do jogador pelos clubes que ele defendeu, incluindo o São Paulo, que mandou forças ao atacante argentino.

"Toda nossa força a Ricardo Centurión. Que toda a família e amigos sejam abraçados nesse momento difícil", escreveu o São Paulo em suas redes sociais.

O Vélez Sarsfield, atual clube de Centurión, e o Racing, time para o qual Melody torcia e que revelou o atacante, também manifestaram suas condolências.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES