Publicidade
Aedes aegypti

Não é só o coronavírus. Dengue deixa mais 5 mortos e preocupa o Paraná

Encontro de prefeitos da RMC, ontem, em Curitiba
Encontro de prefeitos da RMC, ontem, em Curitiba (Foto: Lucilia Guimarães/SMCS)

Em tempo de susto com o coronavírus, que coloca o mundo de “quarentena”, outras doenças também preocupam. No Paraná, a dengue já acendeu a luz de alerta e está prestes a de emergência. Nesta terça-feira (28), foram confirmadas mais cinco mortes em decorrência da doença e os casos positivos passaram dos dez mil.

O boletim epidemiológico divulgado ontem pela Secretaria da Saúde do Paraná registra sete óbitos por dengue no estado; são cinco mortes a mais que o informe da semana anterior.

O número de casos confirmados aumentou em 3.264: passou de 7.618 para 10.882 confirmações, um aumento de 42,82% em relação à semana anterior. São 198 municípios com casos confirmados para a doença.

Destes, 34 se encontram em epidemia, 10 a mais que a relação divulgada na semana passada. Os municípios que passaram a constar desta lista são: Jesuítas, Barbosa Ferraz, Iretama, Alto Paraná, Paranapoema, Munhoz de Mello, Lupionópolis, Jacarezinho, Quatro Pontes e Godoy Moreira.

Outras 26 cidades estão em situação de alerta; o número também aumentou se comparado ao informe anterior, com 8 municípios a mais. São eles: Fênix, Alto Piquiri, Loanda, São João do Caiuá, São Pedro do Paraná, Santa Inês e Santo Inácio.

Mesmo sem casos, Curitiba e cidades vizinhas se uniram e vão realizar mutirões de limpeza. Em Curitiba os mutirões serão três, e estão programdos para fevereiro. As ações acontecem nas regionais Boa Vista, Cajuru e CIC. O mesmo deve acontecer com outras cidades da Grande Curitiba. As ações foram definidade em encontro, ontem, em Curitiba.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES