Publicidade
Paraná 1 x 1 Athletico

“Não podemos dar chance para o azar como demos”, lamenta Dado Cavalcanti

(Foto: Geraldo Bubniak)

Decepção. Essa palavra dá o tom do que foi a entrevista do técnico Dado Cavalcanti após o empate em 1 a 1 contra o Athletico, na Vila Capanema. Para o treinador paranista, o desempenho da equipe Tricolor foi bom e merecia ter sido premiado com uma vitória. Por outro lado, ele criticou os erros de decisão da equipe, comentando que no final das contas o empate foi “salgado”.

“Tivemos um primeiro tempo de imposição, marcação mais alta, e conseguimos levar vantagem e criar várias situações de gol. Infelizmente não tivemos a competência necessária para matar o jogo, talvez tenha faltado tranquilidade, e num detalhezinho fomos penalizados pelo adversário. Então o empate não foi bom, não era o que a gente esperava. Jogamos para vencer, merecíamos um resultado diferente. Então é um empate salgado por isso, fizemos por onde e a vitória não veio”, disse o treinador.

Ainda segundo Dado Cavalcanti, a equipe paranista precisa amadurecer e com urgência. “Num jogo como esse não podemos dar chance para o azar como demos. Tinha de matar a partida. Isso foi o grande diferencial no jogo de hoje.” Apesar do lamento, porém, ele destacou que não há tempo para remoer o empate e pediu para a equipe manter o desempenho visto hoje em campo.

“Não adianta ficar remoendo um empate no clássico. Temos de pensar rapidamente no próximo adversário, quarta-feira, pela Copa do Brasil, que é uma competição importante par ao clube”, destacou o técnico. “Gostei do jogo, gostei da imposição nossa. É assim que o Paraná deve mandar seus jogos em casa. No 2º tempo recuamos, mas tínhamos os velocistas para puxar o contra-ataque e eles puxaram. É um time que está amadurecendo ainda, mas esperamos conseguir mais rapidamente essa maturidade para disputar de forma mais expressiva as competições.”

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES