Publicidade
Minuto Estímulo

Não subestime as garotas!

Assistindo ao vídeo hit da internet de uma fabricante de brinquedos infantis que mostra três meninas entediadas vendo as princesas na TV, resolvi escrever um pouco sobre o universo feminino. Não tenho conhecimento de causa, afinal sou homem, não tenho filhas, mas tenho mãe, esposa, irmãs, cunhadas e amigas. As meninas do vídeo cansadas da mesmice do mundo cor-de-rosa, rodeado de bonecas e xícaras, então munidas de capacetes e máscaras de proteção resolvem construir uma máquina de Rube Goldberg com cordas, bolas, pistas de carrinhos, escadas, criando um reação em cadeia. 

A música diz que é hora de mudar, que as meninas merecem ter variedade, que podem usar os seus cérebros, que podem construir, criar aplicativos, serem futuras engenheiras. Deixando de lado o apelo comercial, o feminismo ou machismo, quero dizer que toda menina pode sim ser princesa, mas também pode ser borralheira, guerreira, líder. Toda menina tem o direito de vestir rosa, laçarotes e poás, brincar de cozinhar, de arrumar a casa, mas também de andar descalça, jogar bola, correr livre, se jogar na lama. A menina ao crescer, agora mulher, gosta de ser vaidosa, sexy, admirada, mas não quer ser só um bibelô, um objeto de admiração, quer ter voz e descer do saldo quando necessário. A mulher pode desejar um lar, marido, filhos, mas pode também ambicionar a ser uma engenheira, médica, arquiteta, astronauta, executiva, juíza, presidente. Tudo junto e misturado.

Lugar de mulher é onde ela quiser. A roupa é da cor que ela quiser. Ela pode estudar, trabalhar ou não, casar ou não, ter filhos ou não. E quem foi que disse que o mundo da dona de casa, que “só cuida” do lar, filhos e marido é cor-de-rosa? Devemos respeitá-las e admirá-las. Em contrapartida, a mulher que trabalha fora, independente financeiramente, não fica impedida de ser uma esposa carinhosa, uma mãe zelosa, que tenha prazer em cuidar do seu lar.

Concluindo, a mulher pode ser a rainha do lar, entretanto para ter um final feliz não precisa esperar pelo príncipe encantado montado num cavalo branco. Ela quer ter o direito de comprar a sua própria carruagem, de não ser bancada pelo Rei ou pelo Príncipe, quer ter o direito de construir o seu próprio castelo. Não subestime as garotas!

Um grande abraço, boa semana e Deus te abençoe.

#treinamentoscomjogosdenegocios&palestrasdemetasevendas

Desmar Milléo Junior, Autor do Livro: “Apenas Boas Intenções Não Bastam”, Palestrante nas áreas motivacional, comportamental e vendas.Treinamentos com Jogos de Negócios & Simuladores. SITE: www.milleo.com.br & www.treinamentodegestao.com.br

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES