Vacinação anticovid

Nascidos no 1º semestre de 1989 tomam a primeira dose nesta quarta-feira

Nos últimos dois dias, longas filas se formaram no Barigui
Nos últimos dois dias, longas filas se formaram no Barigui (Foto: Franklin de Freitas)

Com imunizantes remanescentes da última remessa recebida pela cidade, a Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba faz, nesta quarta-feira (4), a aplicação da primeira dose da vacina anticovid para pessoas nascidas entre 1º de janeiro e 30 de junho de 1989. Também serão atendidas as gestantes e puérperas (que tiveram bebês até 45 dias atrás) com declaração médica. Serão 19 pontos de vacinação em funcionamento das 8h às 17h.

O atual estoque de doses é insuficiente para contemplar todos os nascidos em 1989 - cerca de 20 mil pessoas. Por isso, nesta quarta poderão receber a vacina apenas os nascidos no primeiro semestre daquele ano.

A ampliação da vacinação para outras faixas etárias e a repescagem para públicos prioritários dependem de avaliação de estoque remanescente e da chegada de nova remessa de imunizantes.

Segunda dose

Nesta quarta-feira também está sendo aplicada a segunda dose para pessoas que receberam a primeira da Coronavac em 10 de julho e da Astrazeneca ou Pfizer em 11 de maio. São esperadas cerca de 4 mil pessoas para completar a imunização.

Gestantes e puérperas

Para a vacinação das gestantes e puérperas, a Secretaria da Saúde segue as orientações da Coordenação Geral do Programa Nacional de Imunizações, que indica para as mulheres desse grupo, a partir de 18 anos, somente os imunizantes Coronavac ou Pfizer.

Além disso, a vacinação contra a Covid-19 também está condicionada a uma avaliação individualizada, compartilhada entre a mulher e o seu médico.

Para receber a vacina a SMS orienta fazer o cadastro antecipado na plataforma Saúde Já pelo site www.saudeja.curitiba.pr.gov.br ou pelo aplicativo do celular. O cadastro agiliza o processo da vacinação.