Publicidade

No Beira-Rio, Inter encerra temporada decepcionante contra o Atlético-MG

O Internacional vai encerrar neste domingo, diante do Atlético-MG, às 16 horas, no Beira-Rio, uma temporada em que viveu grandes momentos, mas que terminou com uma indisfarçável sensação de decepção. O duelo contra os mineiros terá pouco valor prático, uma vez que o time gaúcho já está classificado para a fase preliminar da Copa Libertadores.

Depois de ter passado boa parte do Campeonato Brasileiro entre os primeiros colocados, o Inter negou fogo na reta final e chegou à última rodada na oitava posição, com 54 pontos, dois a menos do que o Corinthians. Se vencer o Atlético e o time paulista não derrotar o Fluminense, também neste domingo, o clube gaúcho vai receber da CBF R$ 1,7 milhão a mais de premiação - o sétimo colocado embolsa R$ 23,1 milhões e o oitavo, R$ 21,4 milhões.

O fato de não ter conseguido conquistar um lugar na fase de grupos da Libertadores foi a última das frustrações vividas pelo Inter em 2019. Tudo começou com a derrota nos pênaltis na final do Campeonato Gaúcho, diante do arquirrival Grêmio. Depois, a equipe caiu diante do Flamengo nas quartas de final da Libertadores, mas o pior ainda estava por vir: o fracasso na decisão da Copa do Brasil, em casa, diante do Athletico-PR.

A perda do título do torneio nacional foi um baque e tanto, e o técnico Odair Hellmann foi o culpado. Zé Ricardo foi contratado para substituí-lo, mas não conseguiu convencer os dirigentes de que merece ser o treinador do Inter em 2020 e fará sua despedida contra o Atlético - o argentino Eduardo Coudet vai comandar a equipe no próximo ano.

Por falar em despedida, o jogo deste domingo pode ser o último de Paolo Guerrero pelo clube de Porto Alegre. O peruano é desejado pelo Boca Juniors e já deu sinais de que está bastante interessado em vestir a camisa do clube mais popular da Argentina.

No dia do seu adeus, Zé Ricardo deverá mandar a campo uma equipe mista. A defesa deverá ser especialmente modificada, tanto por escolha do treinador quanto por necessidade. O lateral-esquerdo Uendel, por exemplo, está suspenso. Outro que não enfrentará o Atlético é o meia Patrick, que está machucado.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES